A popularização da canoagem: o caso de Piracicaba

Autores

  • Nelson Marcelino
  • Denis Roberto Terezani

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2883

Palavras-chave:

Lazer. Esporte. Políticas públicas. Canoagem

Resumo

Oriunda do cotidiano da cultura popular, seja como atividade utilitária, seja como atividade lúdica, a canoagem se insere hoje, como lazer e esporte, na nossa sociedade, mas necessita de políticas públicas, para ser democratizada, tendo em vista uma série de barreiras socioculturais que cercam seu desenvolvimento. A experiência de Piracicaba-SP, aqui analisada, a partir de estudo de caso, baseado em análise de conteúdo documental, demonstra que isso é possível, se a canoagem for integrada a uma política pública municipal de Esporte e Lazer, e neste último aspecto, encarada na suas primeiras fases, a partir do componente lúdico da cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-27

Como Citar

MARCELINO, N.; TEREZANI, D. R. A popularização da canoagem: o caso de Piracicaba. Movimento, [S. l.], v. 11, n. 3, p. 67–87, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2883. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2883. Acesso em: 20 ago. 2022.

Edição

Seção

Em foco