O “futebol arte” e o “planejamento México” na copa de 70: as memórias de Lamartine Pereira da Costa

Autores

  • Antonio Jorge Gonçalves Soares
  • Marco Antonio Santoro Salvador
  • Tiago Lisboa Bartholo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.2852

Palavras-chave:

Memória. Futebol-arte. Lamartine Pereira Da Costa

Resumo

Analisa a função da memória social da Copa de 70, suas edições e esquecimentos na realimentação e reforço da tradição no presente em busca da identidade nacional. Relativiza a atual imagem dominante na memória coletiva que consagra a marca identitária do “futebol-arte” como responsável pela conquista do tricampeonato mundial. A análise empreendida rememora o papel da Educação Física, esquecidos no presente, em entrevista com um dos protagonistas do evento, Lamartine Pereira DaCosta, sobre o pioneiro projeto de preparação física da Seleção de 70.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-26

Como Citar

SOARES, A. J. G.; SALVADOR, M. A. S.; BARTHOLO, T. L. O “futebol arte” e o “planejamento México” na copa de 70: as memórias de Lamartine Pereira da Costa. Movimento, [S. l.], v. 10, n. 3, p. 113–130, 2007. DOI: 10.22456/1982-8918.2852. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/2852. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Em foco