DA ESCOLA PARA A GESTÃO DA REDE DE ENSINO: COMO O PROFESSOR SE TORNA UM SUPERVISOR?

Autores

  • Valdelaine Mendes UFPel
  • Ecléa Vanessa Canei Baccin Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Prefeitura de Florianópolis, SC
  • Maria Antonieta Dall ' Igna UFPel

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.24140

Palavras-chave:

Supervisão. Educação Física. Escolas, Gestão & administração.

Resumo

Este estudo tem como objetivo analisar como se dão as mediações entre aqueles que ocupam funções de supervisores de Educação Física (EF) na Secretaria de Educação e aqueles que atuam com a EF nas escolas. A metodologia adotada foi a do tipo qualitativa. Para o desenvolvimento do estudo foram coletados documentos e realizadas entrevistas com professores que foram supervisores na Secretaria Municipal de Educação de Acalifa/RS. A pesquisa revelou que, a cada governo, a atuação do professor de EF como supervisor assume contornos diferentes, que depende tanto da visão de mundo, de educação, de escola, de EF do ocupante do cargo quanto da política educacional traçada para o município.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valdelaine Mendes, UFPel

Mestre em Educação, Doutora em Educação, Pós-doutoranda em Educação, Bolsista CNPQ, Professora Universidade Federal de Pelotas- UFPel

Ecléa Vanessa Canei Baccin, Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Prefeitura de Florianópolis, SC

Mestre em Educação Física, Professora da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Prefeitura de Florianópolis, SC

Maria Antonieta Dall ' Igna, UFPel

Mestre em Educação, Doutoranda em Educação, Professora Universidade Federal de Pelotas.

UFPel.Pelotas/RSCEP:96010-330

Downloads

Publicado

2012-06-14

Como Citar

MENDES, V.; BACCIN, E. V. C.; DALL ’ IGNA, M. A. DA ESCOLA PARA A GESTÃO DA REDE DE ENSINO: COMO O PROFESSOR SE TORNA UM SUPERVISOR?. Movimento, [S. l.], v. 18, n. 3, p. 95–118, 2012. DOI: 10.22456/1982-8918.24140. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/24140. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais