METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: A FORMAÇÃO DOCENTE EM QUESTÃO

Autores

  • Érico Felden Pereira UDES
  • Cristina Carta Cardoso de Medeiros Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.17806

Palavras-chave:

educação superior, qualificação profissional, formação de recursos humanos, educação de pós-graduação

Resumo

Discutimos acerca da formação de professores para a atuação no ensino superior nos programas de pós-graduação strictu sensu em Educação Física no Brasil e da inserção da disciplina Metodologia do Ensino Superior nesses cursos. Apresentamos algumas impressões a respeito do trabalho realizado em um dos cursos em questão com a finalidade de exemplificar o desenvolvimento de uma disciplina de didática superior, apresentando sua proposta curricular e recuperando sua contribuição e significados nos depoimentos dos pósgraduandos. Identificamos nessas falas que a disciplina trouxe contribuições importantes para a formação desses profissionais e que sua valorização nos programas stricto sensu é necessária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érico Felden Pereira, UDES

Professor Adjunto da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) atuando nas áreas de Aprendizagem Motora e Desenvolvimento Humano. Possui mestrado em Educação Física pela UFSC e doutorado em Educação Física pela UFPR.

Cristina Carta Cardoso de Medeiros, Universidade Federal do Paraná

Professora Adjunta no Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Possui mestrado e doutorado em Educação pela UFPR e é responsável pela disciplina de Metodologia de Ensino Superior no PPGEF/UFPR, onde atua como professora colaboradora.

Downloads

Publicado

2011-11-10

Como Citar

PEREIRA, Érico F.; MEDEIROS, C. C. C. de. METODOLOGIA DO ENSINO SUPERIOR NOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL: A FORMAÇÃO DOCENTE EM QUESTÃO. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 4, p. 165–183, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.17806. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/17806. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais