A MEDIAÇÃO CULTURAL NO FUTEBOL PARA CEGOS

Autores

  • Márcio Pereira Morato Unicamp
  • Mariana Simões Pimentel Gomes FEF-UNICAMP
  • Alcides José Scaglia FCA-UNICAMP
  • José Júlio Gavião de Almeida Unicamp

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.17256

Palavras-chave:

Futebol. Cegueira. Esportes.

Resumo

Este artigo descreve e analisa os contextos e personagens responsáveis pelo desenvolvimento do futebol para cegos no Brasil. Foram entrevistados jogadores e treinadores da modalidade. O tratamento e análise dos dados pela Análise de Enunciação destacou nove categorias/indicadores. A inferência dos dados evidenciou o ciclo de mediação cultural, influenciado pelo fenômeno futebol e protagonizado pelos seguintes personagens:jogadores de futebol, família, professor/técnico, amigos e jogadores de futebol para cegos. Tais personagens interagem nos conseguintes contextos para a mediação da aprendizagem da modalidade: instituto/entidade, eventos (paradesporto), seleção brasileira da modalidade e faculdades de educação física.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcio Pereira Morato, Unicamp

Mestre e doutorando na área de concentração Atividade Física, Adaptação e Saúde e na linha de pesquisa Atividade Física para Pessoas com Necessidades Especiais pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (FEF-UNICAMP). Bacharel e licenciado em Educação Física também pela FEF-UNICAMP. Coordenador nacional de Goalball junto ao Comitê Paraolímpico Brasileiro e técnico da seleção brasileira feminina da modalidade. Professor do Projeto Paraolímpicos do Futuro Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). Autor e organizador de livros didáticos e infantis sobre a temática das pessoas com deficiência. Pesquisador nas áreas: pessoas com deficiência, pedagogia dos esportes, esportes coletivos e aspectos antropológicos.

Mariana Simões Pimentel Gomes, FEF-UNICAMP

É doutoranda em Atividade Física Adaptada pela Faculdade de Educação Física da UNICAMP, mestre na área de concentração Atividade Física Adaptação e Saúde pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (FEF-UNICAMP). Licenciada e bacharel em Educação Física pela mesma faculdade. Bolsista do programa Santander de Mobilidade internacional na Universidade da Coruña - Espanha (UDC) 2007/2008. É árbitra internacional de goalball (Nível2) e desenvolve projetos na linha de pesquisa atividade física para pessoas com necessidades especiais, Pedagogia do Esporte e Ensino das Lutas.

Alcides José Scaglia, FCA-UNICAMP

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), mestre em Pedagogia do esporte pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e doutor em Pedagogia do Movimento pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Tem experiência na área de Educação Física e Esportes, desenvolvendo estudos, projetos e pesquisas nas áreas da: educação física escolar e pedagogia do esporte, com ênfase em metodologia de ensino-treinamento dos jogos coletivos de invasão, futebol da iniciação ao treinamento e teoria do jogo. Atualmente é docente na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da UNICAMP.

José Júlio Gavião de Almeida, Unicamp

Possui graduação em Educação Física pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1982), Mestrado em Educação Física pela Universidade Metodista de Piracicaba (1992) e Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995). Atualmente é Professor Assistente Doutor da Universidade Estadual de Campinas; Coordenador da Comissão Científica da Academia Paraolímpica - CPB. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física Adaptada, atuando principalmente nos seguintes temas: deficiência visual, orientação e mobilidade, educação física escolar e Lutas.

Downloads

Publicado

2011-05-31

Como Citar

MORATO, M. P.; GOMES, M. S. P.; SCAGLIA, A. J.; ALMEIDA, J. J. G. de. A MEDIAÇÃO CULTURAL NO FUTEBOL PARA CEGOS. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 4, p. 45–63, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.17256. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/17256. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais