LUTAS E DISPUTAS NO CAMPO CIENTÍFICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

O GRUPO DE TRABALHO TEMÁTICO GÊNERO NO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.118067

Palavras-chave:

Educação Física, Gênero, Campo Científico, Pierre Bourdieu

Resumo

O objetivo deste trabalho é compreender as dinâmicas dos processos de lutas e disputas pela criação do Grupo de Trabalho Temático Gênero (GTT) no campo científico da Educação Física, especificamente dentro do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte. Para isso, o estudo é desenvolvido de acordo com a Teoria da Prática, de Pierre Bourdieu. O percurso metodológico é qualitativo e bibliográfico, com análise documental. Os resultados indicam que o campo vem adquirindo autonomia dentro da entidade, sendo que as trajetórias das coordenadoras foram basilares para a criação. No entanto, na movimentação do campo científico, as lutas e disputas não são desinteressadas. Conclui-se que o campo tem tendências e que os agentes podem criar espaços de lutas. Devido ao capital simbólico acumulado, os agentes que produzem sobre a temática de gênero na Educação Física consolidaram o GTT Gênero a partir de seu movimento no campo científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Brenda Rodrigues da Costa, Universidade Federal de Goiás - Goiânia - GO

Mestranda em Educação Física pela UFG/FEFD, licenciada em Educação Física pela UFMT.

 

Ricardo Lira de Rezende Neves, Universidade Federal de Goiás - Goiânia - GO

Professor na Faculdade de Educação Fisica  e Dança da Universidade Federal de Goiás na área de Educação Física e Saúde Pública e Coletiva.

 

 

Downloads

Publicado

2022-02-22

Como Citar

COSTA, B. R. da; NEVES, R. L. de R. LUTAS E DISPUTAS NO CAMPO CIENTÍFICO DA EDUCAÇÃO FÍSICA: O GRUPO DE TRABALHO TEMÁTICO GÊNERO NO COLÉGIO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE. Movimento, [S. l.], v. 28, p. e28009, 2022. DOI: 10.22456/1982-8918.118067. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/118067. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais