PRIMÓRDIOS DA IOGA NO BRASIL, c. 1910-1920

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.114204

Palavras-chave:

História. Ioga. Brasil.

Resumo

Apesar da relativa relevância social da ioga no Brasil, há poucos trabalhos acadêmicos sobre a sua história. A maior parte do material disponível sobre o assunto foi produzido por praticantes, com caráter memorialístico, em fontes frequentemente dispersas. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi analisar a história da ioga no Brasil por meio de jornais e revistas disponíveis no acervo digital da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. Essas fontes indicam que a difusão e a prática da ioga no país se iniciaram antes de 1950, período geralmente apontado como marco para esse processo. Além disso, as ambiguidades que marcam os significados dessa prática no Brasil, tal como acontece em vários outros países, são produtos da própria maneira como evoluiu historicamente seu processo de difusão e recepção.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Calazans Rocha Dias, Prefeitura de Belo Horizonte

Mestre em Ensino de Ciências e Matemática pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (Puc-Minas) e professora da rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte.

Cleber Augusto Gonçalves Dias, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e Professor do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Downloads

Publicado

2021-11-11

Como Citar

DIAS, A. C. R.; DIAS, C. A. G. PRIMÓRDIOS DA IOGA NO BRASIL, c. 1910-1920. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27062, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.114204. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/114204. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais