POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO REMOTO: O EFEITO PANDEMIA NO COMPONENTE CURRICULAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.111633

Palavras-chave:

Educação a distância. Aprendizagem. Professores escolares.

Resumo

O presente ensaio traz uma reflexão teórico-conceitual sobre as possibilidades de enfrentamentos realizados pela Educação Física Escolar nesse período de ensino remoto. Para isso, valoriza e ressignifica o lugar e o saber da experiência para o quem se ensina (sujeito da experiência), uma vez que este não pode ser universalizado, devido ao seu caráter de historicidade. A perda do lócus tradicional para a práxis pedagógica em Educação Física, substituído pelo espaço abstrato viável do aluno, nos desvela uma janela de renovação dos processos de ensino e aprendizagem em nosso campo de tematização. Concluímos que, para além do objeto, as intencionalidades pedagógicas e o conjunto “como, quando e onde ensinar” são questões indissociáveis que exigem o nosso protagonismo enquanto docentes da/na condição do ensino remoto. Disso é fundamental a compreensão de que não há possibilidade de substituição do tempo e espaço aula e que este é condição elementar da experiência.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antônio Azambuja Miragem, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Graduado em Educação Física  (2001). Mestre e Doutor em Ciências Biológicas: Fisiologia, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).  É Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IFFar), desde 2010, atuando na Educação Básica, Ensino Superior e Pós-graduação. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física dos/nos Institutos Federais (GEPEFIF) e do Grupo de Pesquisa em Resposta Celular ao Estresse (GPReCE), ambos do IFFar. Tem experiência nas áreas de Educação Física Escolar, Ensino de Ciências, Ergonomia, Fisiologia Humana e do Exercício.

Downloads

Publicado

2021-09-18

Como Citar

MIRAGEM, A. A.; ALMEIDA, L. de. POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NO ENSINO REMOTO: O EFEITO PANDEMIA NO COMPONENTE CURRICULAR. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27053, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.111633. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/111633. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Ensaios