DUPLA CARREIRA ESPORTE-EDUCAÇÃO: A REALIDADE DOS ATLETAS DA ELITE DOS SALTOS ORNAMENTAIS BRASILEIROS

Autores

  • Felipe Rodrigues da Costa Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF http://orcid.org/0000-0002-1817-5058
  • Iuri Scremin de Miranda Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF http://orcid.org/0000-0001-8916-7912
  • Luciana Hagström Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF http://orcid.org/0000-0002-0887-9262
  • Carolina Rodrigues Lourenço dos Santos Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF https://orcid.org/0000-0002-3848-4480
  • Alexandre Luiz Gonçalves de Rezende Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.109456

Palavras-chave:

Esporte de alto rendimento. Formação educacional. Carreira esportiva. Conciliação.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi apresentar e analisar o perfil educacional e esportivo dos atletas de saltos ornamentais que participaram do Troféu Brasil de 2018, mediante utilização de um questionário estruturado com base na perspectiva de formação holística para a dupla carreira. Com amostra definida em 15 participantes, a análise exploratória foi conduzida por meio de estatística descritiva no SPSS mediante frequência geral e específica. Os resultados sugerem a compatibilidade entre as formações esportiva e educacional em uma perspectiva denominada trajetórias de transição fluidas, observando-se casos de descontinuação na formação superior. Ressalta-se a carência de uma legislação nacional sobre dupla carreira e de políticas institucionais que promovam o acesso, a permanência e a finalização da formação acadêmica dos atletas de alto rendimento, bem como aponta-se a necessidade de novos estudos com diferentes modalidades a fim de que se aprofunde o debate sobre a dupla carreira esportiva.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Rodrigues da Costa, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (2005), Especialização em Futebol pela Universidade Federal de Viçosa (2008), Mestrado em Educação Física pela Universidade Federal do Espírito Santo (2009) e Doutorado em Educação Física pela Universidade Gama Filho (2012). Atualmente é professor da Faculdade de Educação Física; do Programa de Pós Graduação em Educação Física (Mestrado) da Universidade de Brasília (FEF/UnB). Líder do Grupo de Pesquisa sobre Dupla Carreira Esportiva (FEF-UnB) e vice-presidente da Associação Brasileira sobre Dupla Carreira Esportiva (ABDC). Tem desenvolvido pesquisas sobre o processo de conciliação entre a formação esportiva e a formação acadêmica (dupla carreira).

Iuri Scremin de Miranda, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

Professor Voluntário na Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília. Membro do Grupo de Pesquisas sobre Dupla Carreira Esportiva (DuCa). Desenvolve pesquisas sobre o processo de conciliação entre formação educacional e formação esportiva.

Luciana Hagström, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

Graduada em Ciências Biológicas e Educação Física pela Universidade de Brasília. Possui mestrado em Biologia Integrada do Movimento e do Músculo pela Université Paris V/Paris XIII e Doutorado em Biologia pela Université Paris XIII. Atuou como professora visitante na área de Fisiologia na Université Paris XIII e na área de Parasitologia na Universidade de Brasília. Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Educação Física da Universidade de Brasília. Possui experiência em planejamento, desenvolvimento e execução de projetos de pesquisa na área de Fisiologia e parasitologia, com ênfase em Biologia Molecular e Patogênese da doença de Chagas.

Carolina Rodrigues Lourenço dos Santos, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

Licenciada em Educação Física pela Universidade de Brasília.  Grupo de Pesquisa sobre Dupla Carreira Esportiva (DuCa).

Alexandre Luiz Gonçalves de Rezende, Universidade de Brasília, Faculdade de Educação Física, Brasília, DF

Graduado em Licenciatura em Educação Física pela Universidade de Brasília (1986), Especialista em Educação Física para Portadores de Deficiência pela Universidade Federal de Pernambuco (1989), Mestre em Educação pela Universidade de Brasília (1992) e Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília (2003). Atualmente é professor associado da Universidade de Brasília, lotado na Faculdade de Educação Física, onde ministra disciplinas da Área de Conhecimentos Sócio-Filosóficos. Ministrou aulas na rede pública do Distrito Federal na área de Educação Física Especial, com ênfase em Psicomotricidade e Natação. Desenvolve pesquisas na área de Psicologia do Esporte, com ênfase no estudo do ensino e da avaliação das Habilidades Táticas nos Esportes de Invasão. Dedica-se também a linha de pesquisa relacionada com o estudo das representações sociais do professor de Educação Física e dos conceitos relacionados com o esporte e a corporeidade, e, a linha de pesquisa sobre flexibilização pedagógica para construção de estratégias didáticas que possibilitem experiências de aprendizagem mediada e promovam a aprendizagem de todos os educandos. 

Publicado

2021-04-02

Como Citar

COSTA, F. R. da; MIRANDA, I. S. de; HAGSTRÖM, L.; SANTOS, C. R. L. dos; REZENDE, A. L. G. de. DUPLA CARREIRA ESPORTE-EDUCAÇÃO: A REALIDADE DOS ATLETAS DA ELITE DOS SALTOS ORNAMENTAIS BRASILEIROS. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27016, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.109456. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/109456. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais