FUTEBOL DE MULHERES LIDERADO POR HOMENS: UMA ANÁLISE LONGITUDINAL DOS CARGOS DE COMISSÃO TÉCNICA E ARBITRAGEM

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.100575

Palavras-chave:

Comitê de profissionais. Igualdade de Gênero. Futebol.

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a participação das mulheres nos cargos de comissão técnica e de arbitragem no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino desde a primeira edição da competição, em 2013, até o ano de 2019. Analisamos a quantidade de mulheres atuantes como treinadoras, auxiliares técnicas, preparadoras físicas, massagistas, treinadoras de goleiras, fisioterapeutas e médicas. Também coletamos informações sobre o quarteto de arbitragem. Verificamos um predomínio (~86%) de homens em cargos de comissão técnica com um lento aumento da participação de mulheres. As mulheres parecem ter maior inserção nos cargos de comissão de arbitragem. Encontramos 39% de mulheres atuando como árbitras principais e 59% como árbitras assistentes. Verificamos que a participação de mulheres nos cargos de comissão técnica e de arbitragem no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino aumentou vagarosamente nos últimos anos, mas que a situação permanece de desigualdade.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Julia Gravena Passero, Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP

Bacharela em Ciência do Esporte pela Universidade Estadual de Campinas (2018). Pesquisadora do Grupo de Estudos em Pedagogia do Esporte (LEPE), na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA - UNICAMP). Atualmente é mestranda no programa de Biodinâmica do Movimento pela Faculdade de Educação Física (UNICAMP). Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: atletas, treinadoras e mulheres.

Júlia Barreira, Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil

Graduada em Bacharelado (2012) e Licenciatura (2013) em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Mestra (2017) em Biodinâmica do Movimento e Esporte pela Faculdade de Educação Física (UNICAMP). Atualmente é doutoranda na mesma área e docente na graduação em Educação Física na Faculdade Anhanguera de Campinas. Trabalha com treinamento no futebol feminino e desenvolve estudos na mesma área.

Lucas Tamashiro, Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil

Graduação em Ciência do Esporte. Mestrado em andamento em Educação Física.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasi

Alcides José Scaglia, Faculdade de Ciências Aplicadas, Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP, Brasil

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), mestre em Pedagogia do Esporte pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e doutor em Pedagogia do Movimento pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Tem experiência na área de Educação Física e Esportes, desenvolvendo estudos, projetos e pesquisas nas áreas da: educação física escolar e Pedagogia do Esporte, com ênfase em metodologia de ensino-treinamento dos jogos coletivos de invasão, futebol da iniciação ao treinamento e pedagogia do jogo. Atualmente é docente na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA-UNICAMP) no curso de Ciências do Esporte da UNICAMP, co-responsável pelas pesquisas do LEPE (Laboratório de Estudos em Pedagogia do Esporte), líder do grupo de pesquisa LEPE-FUT. Docente pleno no programa de pós-graduação da Faculdade de Educação Física (FEF) da UNICAMP.

Larissa Rafaela Galatti, Faculdade de Ciências Aplicadas, Universidade Estadual de Campinas, Limeira, SP

Doutora. Pesquisadora do Grupo de Estudos em Pedagogia do Esporte (LEPE), docente e coordenadora associada do Curso de Ciências do Esporte da Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas (FCA/UNICAMP). Credenciada ao Programa de Pós Graduação em Educação Física da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas (FEF/UNICAMP). Suas pesquisas são centradas na Pedagogia do Esporte, em especial nas modalidades coletivas, desenvolvimento de atletas e de treinadoras e treinadores esporitvos.. É membro do Cômitê Científico do International Council for Coaching Excellence (ICCE) e International Coach Developer pela Nippon Sport Science University Coach Developer Academy (NCDA). É parecerista e membro de corpo editorial em diferentes países, em revistas com a International Sport Coaching Journal (ISCJ) e da Physical Education and Sport Pedagogy (PESP)

Downloads

Publicado

2020-08-15

Como Citar

PASSERO, J. G.; BARREIRA, J.; TAMASHIRO, L.; SCAGLIA, A. J.; GALATTI, L. R. FUTEBOL DE MULHERES LIDERADO POR HOMENS: UMA ANÁLISE LONGITUDINAL DOS CARGOS DE COMISSÃO TÉCNICA E ARBITRAGEM. Movimento, [S. l.], v. 26, p. e26060, 2020. DOI: 10.22456/1982-8918.100575. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/100575. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais