Ferramentas tecnológicas a serviço da avaliação no contexto de ensino-aprendizagem: Um estudo comparativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.99368

Palavras-chave:

Plataformas virtuais de ensino, Ferramentas tecnológicas, Avaliação.

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar um conjunto de ferramentas e soluções tecnológicas que permitem a avaliação do processo de ensino-aprendizagem no contexto virtual. Os procedimentos metodológicos envolvem uma pesquisa de cunho bibliográfico, a identificação, levantamento e seleção de ferramentas tecnológicas, mediante uma análise comparativa, com foco qualitativo na descrição das principais contribuições e limitações dessas ferramentas. Os resultados apontam entre as principais contribuições, disponibilidade de diferentes recursos para a avaliação, facilidade de uso de algumas ferramentas, possibilidade de integração com outros ambientes, exportação de artefatos avaliativos, envio de feedback aos alunos, compartilhamento de instrumentos de avaliação e entre as principais limitações, o credenciamento junto às instituições, dificuldade com o idioma e conhecimentos prévios para utilização de recursos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilmara Oliveira Maquiné, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas.

Mestra em Ensino Tecnológico (IFAM). É membro do Grupo de Pesquisa de Investigação sobre Recursos e Práticas de Ensino. Graduada em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela mesma instituição. Atuou como docente em cursos técnicos na área de Informática e desenvolve pesquisa nas áreas de Ensino Tecnológico, Sistemas de Informações e Banco de Dados. Tem experiência em desenvolvimento de software e atua na Universidade Federal do Amazonas como Técnica em Tecnologia da Informação.

Iandra Maria Weirich da Silva Coelho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas.

Doutora e Mestre em Linguística, na área de Variação e Ensino, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Letras - Português/Espanhol, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Atualmente, é professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, atuando em cursos de graduação e pós-graduação, no Mestrado Profissional em Ensino Tecnológico. Atua como coordenadora do Centro de Idiomas do IFAM, Campus Manaus Centro e lidera o Grupo de Pesquisa Elatec: Ensino de Línguas Adicionais mediado por Tecnologias.

Referências

ANDRÉ, Ana Rita Dias; RODRIGUES, Ana Cláudia. Competência: conceito, evolução e desenvolvimento. In: COELHO, Iandra Maria Weirich da Silva. Competências no ensino-aprendizagem de línguas: pressupostos, práticas e reflexões. Campinas: Pontes Editores, 2019, p. 43-66.

ARBÓS, Albert. Evaluación de Competencias. Revista Panamericana de Pedagogía, v. 6, p. 27-47, 2005. Disponível em: . Acesso em: 06 mar. 2019.

BARRA SALAZAR, A.; MORA DONOSO, M. Análisis de las metodologías de evaluación de los programas de formación basados en competencias. Revista Electrónica Actualidades Investigativas en Educación, v. 13, n. 3, 2013, p. 1-17. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2019.

BEHAR, P. A. et al. Competências: conceito, elementos e recursos de suporte, mobilização e evolução. In: BEHAR, P. A. (Org.). Competências em Educação a Distância. Porto Alegre: Penso, 2013. p. 20-41.

BERROCOSO, J. V.; DOMÍNGUEZ, F. I. R.; SÁNCHEZ, M. R. F. Modelos de evaluación por competencias a través de un sistema de gestión de aprendizaje. Experiencias en la formación inicial del profesorado. Revista Iberoamericana de educación, v. 60, n. 1, p. 51-62, 2012. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2019.

BRANDÃO, F. S. R. Ferramenta Computacional de Apoio ao processo de avaliação das competências na Educação professional. 2012. 95 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Computação Aplicada) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Fortaleza, 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 mar. 2019.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2019.

BRITO, Lélis Maia de et al. Ambientes virtuais de aprendizagem como ferramentas de apoio em cursos presenciais e a distância. RENOTE: revista novas tecnologias na educação. Porto Alegre, RS, 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2019.

SILVA, Angela Carrancho da; LEITE, Ligia Silva; SILVA, Christina Marília Teixeira da. Avaliação da Aprendizagem em Ambientes Virtuais: é possível inovar?. Meta: Avaliação, v. 1, n. 2, p. 237-248, 2009. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

COELHO, I. M. W. da S. Introdução. In: COELHO, I. M. W. da S. (org) Competências no ensino-aprendizagem de línguas: pressupostos, práticas e reflexões. Campinas, SP: Pontes Editores, 2019. p.17-39.

COSTA, Luciano Andreatta Carvalho da; FRANCO, Sérgio Roberto Kieling. Ambientes virtuais de aprendizagem e suas possibilidades construtivistas. RENOTE: revista novas tecnologias na educação. Porto Alegre, RS, 2005. Disponível em: . Acesso em: 17 dez. 2019.

COUTINHO, L. de A., Ferramenta para estimar a proficiência de indivíduos baseada na teoria de resposta ao item. 2013. 124 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Computação e Sistemas). Universidade Estadual do Maranhão, São Luiz, 2013. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2019.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: Qualitativo, Quantitativo e mistos. 3 ed, Porto Alegre: Artmed, 2010.

DECLARAÇÃO DE BOLONHA, 1999. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2019.

DIAS JÚNIOR, Maurício Vieira; MERCADO, Luis Paulo Leopoldo. Um instrumento para avaliação da aprendizagem em educação online a partir da análise de conteúdo. In: Simposio Internacional de Informática Educativa, 18., 2016, Porto. Anais... Porto. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

DÍAZ, F.; HERNÁNDEZ, G. Estrategias docentes para un aprendizaje significativo. México: McGraw-Hill, 2007.

FERNÁNDEZ, A. M. La evaluación orientada al aprendizaje en un modelo de formación por competencias en la educación universitaria. REDU: Revista de Docencia Universitaria, v.1, n.8, 2010. Disponível em: . Acesso em: 31 jul. 2019.

FUENTES PENNA, Alejandro; CRUZ SÁNCHEZ, Ileana; DÍAZ DELGADO, David. Análisis comparativo de las plataformas tecnológicas para el estudio de posgrados en línea en México. Revista EDaPECI, São Cristóvão (SE), v.19, n.2, p. 40-51, 2019. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2019.

GABARDO, Patricia; QUEVEDO, Silvia; ULBRICHT, Vânia Ribas. Estudo comparativo das plataformas de ensino-aprendizagem. Revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação. Edição Especial, p.65-84, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2019.

GERRING, John. 2007. Case Study Research: Principles and Practice. Cambridge: Cambridge University Press.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo Atlas, 2008.

GNU. O que é o software livre?. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2019.

GONZÁLEZ-RUIZ, Sergio Luis et al. Una plataforma virtual para la evaluación e investigación on-line: Menpas. Cuadernos de Psicología del Deporte, v. 18, n. 3, p. 26-48, 2018. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

GRACIA, M. E. C.; ORTIZ, S. D. Herramientas TIC para la evaluación del aprendizaje, las competencias y las habilidades, de los alumnos del bachillerato. 2014. Disponível em: . Acesso em: 01 out. 2019.

KLEMANN, M.; REATEGUI, E.; RAPKIEWICZ, C. Análise de Ferramentas de Mineração de Textos para Apoio à Produção Textual. In: Brazilian Symposium on Computers in Education, 2012. Disponível em: . Acesso em: 13 ago. 2019.

MACHADO, Paula Maria Azevedo. O uso de plataformas educativas no ensino - aprendizagem de línguas: a plataforma MOODLE. 120 f. Dissertação de mestrado. Mestrado em Ensino do Português e Espanhol no 3º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário, Universidade do Minho, Instituto de Educação, 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2019.

MACHADO, L. R.; LONGHI, M. T.; BEHAR, P. A. Domínio Tecnológico: saberes e fazeres na educação a distância. In: BEHAR, Patricia Alejandra (Org). Competências em educação a distância. Penso Editora, 2013, p. 56-80.

MARINHO-ARAUJO, Claisy Maria; RABELO, Mauro Luiz. Avaliação educacional: a abordagem por competências. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 20, n. 2, 2015, p. 443-466. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2019.

MARQUES, A.B.; BARBOSA, S.D.J.; CONTE, T. Representado a interação e navegação de sistemas interativos através de um modelo orientado à usabilidade: Um estudo de viabilidade. In: XV Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais (IHC 2016), São Paulo, 2016.

MEDEIROS, Matheus Ferreira; MEDEIROS, Alexsandro Melo. Educação e tecnologia: explorando o universo das plataformas digitais e startups na área da educação. V Conedu, Congresso Nacional de Educação, Anais..., Olinda, Pernambuco, 2018, p. 1-12. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2019.

MORAIS, Nídia; CABRITA, Isabel. Ambiente Virtual de Aprendizagem num Contexto de b-learning. In: Conferência Internacional de Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, 5., 2007, Braga. Actas... Braga: p. 481-491. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

NIELSEN, J. LORANGER, H. Usabilidade na Web. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

PASSERO, G.; ENGSTER, N. E. W.; DAZZI, R. L. S. Uma revisão sobre o uso das TICs na educação da Geração Z. RENOTE: revista novas tecnologias na educação, v. 14, n. 2, 2016. Disponível em: . Acesso em 09 set. 2019.

PERRENOUD, Philippe et al. As Competências para Ensinar no Século XXI: a formação dos Professores e o desafio da Avaliação. Tradução de Cláudia Schilling e Fátima Murad. Porto Alegre: Artmed Editora, 2002.

PÉREZ CERVANTES, M. L.; BARROS SAKER, A. F. Efectividad del uso de la plataforma virtual en el proceso de enseñanza y aprendizaje en la Universidad del Magdalena. Revista de Tecnología, v. 12, n. 3, p. 68-78, 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

PÉREZ-LIÑÁN, Aníbal. “El método comparativo y el análisis de configuraciones causales”. Revista Latinoamericana de Política Comparada, v. 3, 2010, p. 125-148. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

PRIMO, L. P. C. A. Metodologia para acompanhamento de cursos de EAD e avaliação de competências - A2COMP. 2004. 145 f. Dissertação (Mestrado em Informática Aplicada) - Universidade de Fortaleza, Fortaleza, 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2019.

SABOTA, Barbra; PEREIRA, Ariovaldo Lopes. O Uso de Ferramentas Tecnológicas em Ambientes de Aprendizagem: Critérios para Avaliação de Materiais de Ensino em Formato Digital. Caminhos em Linguística Aplicada, v. 16, n. 2, p. 44-62, 2017. Disponível em: < http://periodicos.unitau.br/ojs/index.php/caminhoslinguistica/article/view/2292>. Acesso em: 19 dez. 2019.

SÁNCHEZ RODRÍGUEZ, José. Plataformas de enseñanza virtual para entornos educativos. Pixel-Bit. Revista de Medios y Educación, n. 34, 2009, p. 217-233 Universidad de Sevilla Sevilla, España. Disponível em: . Acesso em: 16 dez. 2019.

SANTOS, J. R. A Moodle nas práticas pedagógicas de uma escola básica: realidade ou ficção na inserção das TIC em sala de aula. Educação, Formação & Tecnologias, v. 5, n. 1, p. 72-83, 2012. Disponível em: . Acesso em: 04 out. 2019.

TOVAR-GÁLVEZ, J. C. et al. Concepción, formación y evaluación por competencias: reflexiones en torno a posibles alternativas pedagógicas y didácticas. Educação & Sociedade, v. 33, n. 121, p. 1257-1273, 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2019.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

MAQUINÉ, G. O.; COELHO, I. M. W. da S. Ferramentas tecnológicas a serviço da avaliação no contexto de ensino-aprendizagem: Um estudo comparativo. Informática na educação: teoria &amp; prática, Porto Alegre, v. 23, n. 3 Set/Dez, 2020. DOI: 10.22456/1982-1654.99368. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/99368. Acesso em: 16 ago. 2022.