Textos Informativos no AVA: Praticando Leitura e Interpretação nas Aulas de Química do Ensino Médio

Autores

  • Ciléia Rodrigues Universidade Federal de Santa Maria
  • Ricardo Andreas Sauerwein
  • Daniele Correia

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.95322

Palavras-chave:

Leitura e Interpretação. Ensino de Química. TDIC.

Resumo

Neste trabalho, apresentamos um conjunto de atividades de leitura, desenvolvidas com estudantes da 3ª série do Ensino Médio de uma escola da rede pública de ensino, por meio da qual procuramos desenvolver as habilidades de leitura e interpretação. Desta forma, utilizamos textos de caráter informativo que trouxeram assuntos e curiosidades relacionados aos conteúdos de Química Orgânica. Para a realização dessas atividades de leitura, pensamos em uma abordagem que estivesse inserida no cotidiano dos estudantes e que estimulasse suas autonomias perante o processo de aprendizagem. Assim, as atividades foram disponibilizadas aos estudantes em um site administrado pelos autores. Os resultados apontam que os discentes apresentam baixa proficiência em leitura e interpretação. Contudo, tais dificuldades parecem poder ser superadas com a inserção de atividades sistemáticas e periódicas de leitura relacionadas a assuntos relevantes à formação dos alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edição 70, 2004.

BRASIL. Indicador de Alfabetismo Funcional. Relatório de Resultados Preliminares 2018. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1ez-6jrlrRRUm9JJ3MkwxEUffltjCTEI6/view Acesso em: 12 de jul. 2020

CALÇADE, P. O Brasil está mesmo alfabetizado? 2019. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/15927/o-brasil-esta-mesmo-alfabetizado Acesso em: 13 de jul. 2020

CORREIA, D.; DECIAN, E.; SAUERWEIN, I. Leitura e argumentação: potencialidades do uso de textos de divulgação científica em aulas de Física do ensino médio. Ciência & Educação, Bauru, v. 23, n. 4, p. 1017-1034, 2017.

FAILLA, Z. (org). Retratos da Leitura no Brasil 4. Rio de Janeiro: Sextante, 2016. Disponível em: http://plataformadolivro-com-br.umbler.net/2019/retratos.php. Acesso em: 31 de jul. 2020

FERREIRA, L. N. A; QUEIROZ, S. L. Autoria no ensino de química: Análise de Textos Escritos por Alunos de Graduação. Ciência e Educação, n. 3, p. 541-558, 2011.

FREIRE, P. A Importância do ato de ler. 47ed. São Paulo: Cortez Editora, 2006.

GIORDAN, M. Análise e Reflexões sobre os Artigos de Educação em Química e Multimídia Publicados entre 2005 e 2014. Química Nova na Escola, [s.l.], v. 37, n. 2, p.154-160, dez. 2015.

JUNIOR, W.E.F. Estratégias de Leitura e Educação Química: Que relações? Química Nova Na Escola. Vol. 32, N° 4, nov.2010.

SANTOS JUNIOR, J. B.; FILHO, E. B.; CAVAGIS, A. D. M.; ANUNCIAÇÃO, E. A. Um estudo comparativo entre a atividade experimental e a simulação por computador na aprendizagem de eletroquímica. Revista Electrónica de Enseñanza de Las Ciencias, [s.l.], v. 15, n. 2, p.312-330. 2016.

KAUFMAM, A. M.; RODRÍGUEZ, M. H.. Escola, leitura e produção de textos. Porto Alegre: Artmed,1995.

KLEIMAN, A. B. Oficina de leitura: teoria e prática. Campinas: Pontes, 2004.

LEITE, B. S. Tecnologias no ensino de química: Teoria e Prática na formação docente. Curitiba: Appris, 2015. 365 p.

LIBERATO, Y; FULGÊNCIO, L. É Possível Facilitar a Leitura: um Guia para Escrever Claro. São Paulo: Editora Contexto, 2007.

MACHADO, A. S. Uso de Softwares Educacionais, Objetos de Aprendizagem e Simulações no Ensino de Química. Química Nova na Escola, [s.l.], v. 38, n. 2, p.104-111, maio 2016.

MENEGASSI, R. J. Perguntas de leitura. In: MENEGASSI, R. J. (Org.). Leitura e ensino. 2.ed. Maringá: Eduem, 2010b. p.167-189.

MORENO, E. L.; HEIDELMANN, S. P. Recursos Instrucionais Inovadores para o Ensino de Química. Química Nova na Escola, [s.l.], v. 39, n. 1, p.12-18, 2017.

PAULA, A. C.; VERGARA, L.; LUZ, R. M.; VIALI, L.; LAHM, R. Softwares educacionais para o ensino de física, química e biologia. Revistas Ciências e Ideias, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p.106-121, abr. 2014.

PAULETTI, F.; ROSA, M. P. A.; CATELLI, F. A importância da utilização de estratégias de ensino envolvendo os três níveis de representação da Química. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, [s.l.], v. 7, n. 3, p.121-134, dez. 2014.

RÖSING, T. M. K. A formação do professor e a questão da leitura. Passo Fundo: UPF Editora, 2003.

SOLÉ, I. Estratégias de leitura. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

2020-11-22

Como Citar

RODRIGUES, C.; SAUERWEIN, R. A.; CORREIA, D. Textos Informativos no AVA: Praticando Leitura e Interpretação nas Aulas de Química do Ensino Médio. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 23, n. 2 Mai/Ago, 2020. DOI: 10.22456/1982-1654.95322. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/95322. Acesso em: 13 ago. 2022.