Novas Tecnologias Educacionais: a Elaboração e Avaliação de um Livro Digital de Histologia

Autores

  • Daniele Beatriz Leite Silva Universidade Federal do Espírito Santo
  • Larissa Lima Liqui Universidade Federal do Espírito Santo
  • Paula Mello Pacheco Universidade de São Paulo
  • Marco Cesar Cunegundes Guimarães Universidade Federal do Espírito Santo
  • Marcos da Silva Pacheco Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.94979

Palavras-chave:

Livro digital. Tecnologia na educação. Histologia.

Resumo

A sociedade se mostra cada vez mais imersa no contexto da informação, interatividade, mobilidade e globalização. No campo educacional a apropriação de novas ferramentas vem mobilizando lentamente educadores na seleção e utilização de ferramentas como livros digitais em suas práticas pedagógicas. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo analisar o efeito da apresentação de um livro digital de Histologia sobre estudantes de nível superior. Para isso foi desenvolvido um livro digital de Histologia que foi apresentado para análise e avaliação por estudantes de uma instituição pública e uma instituição privada. A análise dos relatos mostrou que a receptividade pelos alunos quanto a esse recurso é muito boa, entretanto, os livros digitais devem coexistir com o livro tradicional, uma vez que o impresso ainda é um formato bem estabelecido e presente nos hábitos dos estudantes, sugerindo que, embora a transição esteja ocorrendo, ela não foi efetivada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniele Beatriz Leite Silva, Universidade Federal do Espírito Santo

Licenciatura em Ciências Biológicas

Larissa Lima Liqui, Universidade Federal do Espírito Santo

Licenciatura em Ciências Biológicas

Paula Mello Pacheco, Universidade de São Paulo

Doutorado em Ciências da Reabilitação

Marco Cesar Cunegundes Guimarães, Universidade Federal do Espírito Santo

Departamento de Morfogia

Marcos da Silva Pacheco, Universidade Federal do Espírito Santo

Departamento de Morfologia

Referências

ACKER, S. R. Chapter 6: Digital textbooks in SUE, P. The No Shelf Required Guide to E-book Purchasing. Library Technology Reports, v.47, n.8, p 41-51, 2011.

ALMEIDA, F.; NICOLAU, M. A reconfiguração do livro didático em versão digital: uma ideia de sustentabilidade. Revista Temática, n.1, 1-10, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo (L. Reto & A. Pinheiro, Trad.). São Paulo: Edições 70/Livraria Martins Fontes, 2008.

CARVALHO, K. O admirável mundo da informação e do conhecimento: livro impresso em papel e livro eletrônico, Biblios: Revista de Bibliotecnología y Ciencias de la Información. v.7, n. 4, 2006.

CHESSER, W. D. Chapter 5: The e-textbook revolution in SUE, P. The No Shelf Required Guide to E-book Purchasing, Library Technology Reports, v.47, n.8, p 28-40, 2011.

CUTSHALL, R. C., BLAND, E. M., & MOLLICK, J. S. Use of an e-textbook and web-based homework for an undergraduate business course: Students' perceptions, Journal of the Academy of Business Education. v.13, p 1-15, 2012.

DZIEKANIAK, G.V. et al. Considerações sobre o e-book: do hipertexto à preservação digital, Biblos. v.24, n.2, p. 83-99, 2010.

FALKEMBACH, G.A.M. Concepção e desenvolvimento de material educativo digital, Novas Tecnologias na Educação. v.3, n.1, p. 1-15, 2005.

GROSSI, M. G.R; FERNANDES, L. C. B. E. Educação e tecnologia: o telefone celular como recurso de aprendizagem, EccoS – Rev. Cient., São Paulo, n. 35, p. 47-65, set./dez. 2014.

KOOGAN, A.; HOUAISS, A. Enciclopédia e dicionário ilustrado. 4ed, 1995.

LEMOS, A. Cibercultura. Tecnologia e vida social na cultura contemporânea. 2002.

LEMOS, A. Dispositivos eletrônicos de Leitura. Comunicação, mídia e consumo. vol. 9 n. 24 p. 115-131. 2012.

LEMOS, A. Cibercultura e Mobilidade: a Era da Conexão, Razón y Palabra, Vol. 22. 107- 133. 2018.

MORÁN, J.M. Uso da Internet no ensino transforma o papel do professor, exigindo dele maior atenção para orientação e acompanhamento do aluno, Revista Comunicação & Educação. n.14, 17-26, 1999.

OZELAME, D.M. Concepções de professores sobre o uso de tecnologias digitais nas escolas do ensino fundamental do paraná: o caso do ensino das ciências da natureza, HOLOS, Ano 32, Vol. 2. 389-401. 2016.

PAXHIA, S. The challenges of higher education digital publishing, Publishing Research Quarterly. v.27, n.4, p. 321-326, 2011.

RODRIGUES, M. A. S.; CHIMENTI, P. C. P. S.; NOGUEIRA, R. R. Adoção de inovações em mercados em rede: uma análise da introdução do livro didático digital no Brasil, Revista de Administração e Inovação. v. 11, n.4, p.159-192, 2014.

RUTH, K. J. Texts that change schools, Independent School, v.72, n.4, p 50-55, 2013.

SARMENTO, M. J. O Estudo de Caso Etnográfico em Educação in N. ZAGO; M. PINTO DE CARVALHO; R. A. T. VILELA (Org.) Itinerários de Pesquisa - Perspectivas Qualitativas em Sociologia da Educação. p.137 – 179, Rio de Janeiro: Lamparina (2ª edição), 2011.

SHARPLES, M.; TAYLOR, J.; & VAVOULA, G. A. Theory of Learning for the Mobile Age. In ANDREWS, R; HAYTHORNTHWAITE, C. (eds.) The Sage Handbook of Elearning Research. London: Sage, pp. 221-247, 2007.

SILVA SOUSA, K. A Comunicação on line no ensino superior como recurso didático na pesquisa em educação, Revista Observatório. v. 4, n. 4, p. 550-570, 2018.

SOUSA, A. I. P. Analfabetismo Digital na Educação, EaD & Tecnologias Digitais na Educação. n° 5, Vol. 4. 52 – 58, 2016.

Downloads

Publicado

2020-05-25

Como Citar

SILVA, D. B. L.; LIQUI, L. L.; PACHECO, P. M.; GUIMARÃES, M. C. C.; PACHECO, M. da S. Novas Tecnologias Educacionais: a Elaboração e Avaliação de um Livro Digital de Histologia. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 23, n. 1 Jan/Abr, 2020. DOI: 10.22456/1982-1654.94979. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/94979. Acesso em: 12 ago. 2022.