Um estudo experimental do ambiente ICMC MLE no apoio ao ensino presencial

Autores

  • Nemésio Freitas Duarte Filho IFSP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.80367

Palavras-chave:

Aprendizagem Móvel, Ambiente de Aprendizagem, Experimento

Resumo

Ambientes de aprendizagem móvel já estão sendo utilizados no contexto educacional para aumentar a colaboração e motivação frente aos seus usuários. Estes ambientes educacionais, sendo utilizados por meio de dispositivos móveis, estão integrando aspectos e diretrizes pedagógicas que facilitam o controle e o apoio das aulas, discussões, e diversas atividades educacionais. Entre eles, destaca-se o ambiente ICMC MLE, um ambiente virtual de aprendizagem móvel que, construído por meio de uma arquitetura de referência específica, permite maior mobilidade, flexibilidade e colaboração das práticas educacionais frente a aprendizes, tutores e professores. Este artigo tem como objetivo planejar e executar um experimento para analisar a aceitação e facilidade de uso do ICMC MLE frente a sua utilização por aprendizes como forma de apoio ao ensino presencial, onde serão apresentados os detalhes do planejamento, execução e análise dos dados, descrevendo os aspectos relevantes do experimento juntamente com os pontos positivos e negativos em relação à utilização prática do ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Basili, V. R. Applying the goal/question/metric paradigm in the experience factory. Chapter 2 in Software Quality Assurance and Measurement: A Worldwide Perspective, Norman Fenton, Robin Whitty, and Yoshinori Lizuka (editors), ISBN: 1850321744, International Thomson Publishing, London, UK, 1996.

Duarte Filho, N. F.; Barbosa, E. F. A Service-Oriented Reference Architecture for Mobile Learning Environments. In: 2014 IEEE Frontiers in Education Conference (FIE), 2014, Madrid. IEEE Frontiers in Education Conference (FIE), 2014. p. 1-6. 2014

Duarte Filho, N. F.; Fronza, L. B.; Barbosa, E. F. Contributions for the Architectural Design of Mobile Learning Environments. IADIS International Journal on WWWInternet, v. 12, p. 94-112, 2014.

Duarte Filho, N. F.; Barbosa, E. F. A Contribution to the Establishment of Reference Architectures for Mobile Learning Environments. IEEE-RITA, v. 10, p. 234-241, 2015.

Juristo, N.; Moreno, A. M. Basics of software engineering experimentation.Springer Science & Business Media. 2013.

Kukulska-Hulme, A.; Traxler, J. Mobile teaching and learning. In: Js Mobile teaching and learning. p. 25–44. 2005.

Laine, T. H.; Sedano, C. A.; Joy, M.; Sutinen, E. Critical Factors for Technology Integration in Game-Based Pervasive Learning Spaces. In Proceedings of the IEEE Transactions on Learning Technologies, Vol. 3(4). 2010.

Minovic, M.; Stavljanin, V.; Milovanovic, M.; Starcevic, D. Usability Issues of e-Learning Systems: Case-Study for Moodle Learning Management System. In Proceedings of the OTM Confederated international Workshops and Posters on the Move To Meaningful internet Systems: 2008 Workshops, Lecture Notes In Computer Science, vol. 5333. Springer-Verlag, Berlin, Heidelberg, 561--570. 2008.

Nestel, D.; Nig, A.; Gray, K.; Hill, R.; Villaneuva, E.; Kotsanas, G. Evaluation of mobile learning: Students’ experiences in a new rural-based medical school. BMC Medical Education, 10, 57-79. doi:10.1186/1472-6920-10-57. 2010.

Vieira, S. Estatística Experimental. 2 edn. Atlas (1999)

Downloads

Publicado

2018-10-26

Como Citar

DUARTE FILHO, N. F. Um estudo experimental do ambiente ICMC MLE no apoio ao ensino presencial. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 21, n. 2 Mai/Ago, 2018. DOI: 10.22456/1982-1654.80367. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/80367. Acesso em: 19 ago. 2022.