Uma Ontologia de Apoio à Participação Efetiva de Alunos em AVAs

Autores

  • Laysa Mabel de Oliveira Fontes Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Ricardo Alexsandro de Medeiros Valentim Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Francisco Milton Mendes Neto Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Rafael Castro de Souza Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • José Ferdinandy Silva Chagas Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.79727

Palavras-chave:

Educação a distância, Learning analytics, Ontologia

Resumo

O uso dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem (AVAs) na Educação a Distância tem gerado um crescente volume de dados provenientes de interações entre os atores desse processo. O tutor a distância é o ator responsável por mediar o processo de aprendizagem dos alunos e por promover a interação nos AVAs. O volume de dados gerado a partir dessas interações, se devidamente explorado, pode fornecer o entendimento sobre a relação de influência entre o desempenho dos tutores a distância e a participação efetiva de alunos em AVAs. Diante deste contexto, este trabalho apresenta uma ontologia para recomendação de ações que buscam promover a participação efetiva de alunos em AVAs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CARVALHO, V.; MENDES, M.; FERREIRA, H.; DORÇA, F.; CATTELAN, R. Uma Ontologia para Apoio à Recomendação Automática e Personalizada de Conteúdo Considerando Estilos de Aprendizagem de Estudantes em Sistemas Adaptativos para Educação. In Anais do XXVII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE 2016), p.1175- 1184, Uberlândia, 2016.

CASALS, A.; BRANDÃO, A. A. F. Modeling a mobile learning context data ontology. In Proceedings of the World Engineering Education Conference (EDUNINE), IEEE, Santos, 2017.

FONTES, L. M. O. MONITUM: Um Sistema Proativo para Monitoramento e Avaliação das Atividades de Tutoria a Distância em AVAs. 2017. Tese (doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e de Computação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2017, Natal, BR-RN.

GRELLER, W.; DRACHLER, H. Translating learning into numbers: A Generic Framework for Learning Analytics. Educational Technology & Society. v. 15, n. 3, p. 42–57, 2012.

HAWKINS, D. Identification of Outliers. Springer Netherlands, 1980.

LeBLANC, D. C. Statistics: Concepts and Applications for Science. Jones & Bartlett Publishers, 2004. 382 p.

NOY, N. F.; McGUINNESS, D. L. Ontology Development 101: A Guide to Creating Your First Ontology. 2001. Disponível em: <http://protege.stanford.edu/publications/ontology_development/ontology101.pdf>. Acesso em: 21 set 2016.

PROTÉGÉ. A free, open-source ontology editor and framework for building intelligent systems. Disponível em: <http://protege.stanford.edu/>. Acesso em: 21 set 2016.

SARMIENTO, C.; DUARTE, O.; BARRERA, M.; SOTO, R. Semi-Automated Academic Tutor for the Selection of Learning Paths in a Curriculum: an ontology-based approach. In Proceedings of the 8th International Conference on Engineering Education (ICEED), IEEE, Kuala Lumpur, 2016.

SHARMA, J. K. Business Statistics. Pearson Education India, 2012.

WARNER, R. Applied Statistics: From Bivariate Through Multivariate Techniques. SAGE, 2012.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

FONTES, L. M. de O.; VALENTIM, R. A. de M.; MENDES NETO, F. M.; SOUZA, R. C. de; CHAGAS, J. F. S. Uma Ontologia de Apoio à Participação Efetiva de Alunos em AVAs. Informática na educação: teoria &amp; prática, Porto Alegre, v. 20, n. 3 set/dez, 2017. DOI: 10.22456/1982-1654.79727. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/79727. Acesso em: 14 ago. 2022.