Jogos digitais: um estudo sobre a motivação de idosos em plataformas multimodais

Autores

  • Geraldine Alves dos Santos Universidade Feevale
  • Tatiana Machado Dorneles Universidade Feevale
  • Bernardo Benites de Cerqueira Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.76063

Palavras-chave:

Idosos. Jogos digitais. Motivação. Plataforma multimodal.

Resumo

A expectativa de vida no mundo vem aumentando, portanto, a sociedade terá que oferecer produtos e serviços que atendam às necessidades e desejos específicos dessas pessoas que estão envelhecendo. A tecnologia, através dos jogos digitais, pode ser uma possibilidade de motivação para eficácia em áreas físicas, cognitvas e psíquicas dos idosos. O objetivo deste estudo foi investigar como os idosos percebem e atribuem significado à experiência com jogos digitais em tablet, computador e console a partir da sua motivação. O delineamento desta pesquisa é descritivo, qualitativo e transversal. Participaram do estudo 5 idosas, com mais de 60 anos. Os instrumentos de avaliação foram roteiros de entrevistas semiestruturadas. Foram realizadas sessões de jogos em tablets, computadores e consoles. Os resultados demonstram que as categorias de satisfação, autonomia, competência e relacionamento, podem ser consideradas efetivas para a percepção da motivação nos idosos, porém, algumas características necessitam ser contempladas para efetivar esta motivação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BROWN, J. A. Digital Gaming Perceptions Among Older Adult Non-gamers. In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population. Applications, Services and Contexts. Part II, Vancouver: Springer, 2017. p. 217–227.

CALO, B. O.; LÓPEZ, R. Teaching Older Adults with Multiple Chronic Conditions to Use a Tablet and Patient Application for Health Management. In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population Healthy and Active Aging. Part II. Toronto: Springer, 2016. p. 342–351.

CARVALHO, R. N. S.; ISHITANI. L. Motivational Factors for Mobile Serious Games for Elderly Users. XI SBGames, Brasília, 2012. Disponível em: <http://base.gamux.com.br/events/2012.11.02-SBGames12/proceedings/papers/cultura/C_F3.pdf>. Acesso em: 27 agosto 2017.

DECI, E. L.; RYAN, R. M. The “what” and “why” of goal pursuits: Human needs and self-determination of behavior. Psychological Inquiry, v.11, n. 4, p. 227-268, 2000.

IBGE. Síntese de Indicadores Sociais, 2010. Disponível em: <http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv45700.pdf>. Acesso em: 27 agosto 2017.

KAUFMAN, D. Socioemotional Benefits of Digital Games for Older Adults. In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population. Applications, Services and Contexts. Part II, Vancouver: Springer, 2017. p. 242–253.

KELLER, J. "Using the ARCS Motivational Process in Computer-Based Instruction and Distance Education." New Directions for Teaching and Learning, v.78, p. 39-47, 1999.

LOOS, E. Exergaming: Meaningful Play for Older Adults? In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population. Applications, Services and Contexts. Part II, Vancouver: Springer, 2017. p. 254–265.

RIBEIRO, S. C.; MATTEDI, A. P.; SEABRA, R. D. Avaliação da Usabilidade de Websites: um estudo de caso com usuários idosos. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v.19, n.2, p. 71-92, jun./set, 2016.

MENEGHINI, V.; BARBOSA, A. R.; MELLO, A. L. S. F.; BONETTI, A.; GUIMARÃES, A. V. Percepção de adultos mais velhos quanto à participação em programa de exercício físico com exergames: estudo qualitativo. Ciênc. Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v.21, n.4, p.1033 -1041, 2016.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE – OMS. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Brasília: Organização Pan-Americana de Saúde, 2005.

OSMANOVIC, S.; PECCHIONI, L. Family Matters: The Role of Intergenerational Gameplay in Successful Aging. In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population Healthy and Active Aging. Part II. Toronto: Springer, 2016a. p. 352–363.

OSMANOVIC, S.; PECCHIONI, L. Beyond Entertainment: Motivations and Outcomes of Video Game Playing by Older Adults and Their Younger Family Members. Games and Culture, v. 11, p. 130-149, 2016b. Disponível em: <http://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/1555412015602819>. Acesso em: 27 agosto 2017.

PETRY, L. C. O conceito ontológico de jogo. In: ALVES, L.; COUTINHO, I. J. (Orgs.) Jogos digitais e aprendizagem: fundamentos para uma prática baseada em evidências. Campinas, SP: Papirus, 2016. p 17-42.

POSSLER, D.; KLIMMT, C.; SCHLÜTZ, D.; WALKENBACH, J. A Mature Kind of Fun? Exploring Silver Gamers’ Motivation to Play Casual Games – Results from a Large-Scale Online Survey In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population. Applications, Services and Contexts. Part II, Vancouver: Springer, 2017, p. 280–295.

RYAN, R.M.; RIGBY, C. S.; PRZYBYLSKI, A. The Motivational Pull of Video Games: A Self-Determination Theory Approach, 2006. Disponível em: <https://selfdeterminationtheory.org/SDT/documents/2006_RyanRigbyPrzybylski_MandE.pdf>. Acesso em: 27 agosto 2017.

THOMELE, E. L.; HETZNER, S.; HELD, P Mobile Learning Concepts for Older Adults: Results of a Pilot Study with Tablet Computers in France and Germany. In: ZHOU, J.; SALVENDY, G. (Orgs.). Human Aspects of IT for the Aged Population Healthy and Active Aging. Part II. Toronto: Springer, 2016, p. 319–329.

CETIC. TIC domicílios e usuários - pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e da comunicação no Brasil, 2015. Disponível em: <http://cetic.br/pesquisa/domicilios/indicadores>. Acesso em: 27 agosto 2017.

VELOSO, A. I.; COSTA, L. V. Os jogos digitais e a aprendizagem nos idosos: desafios e recomendações. In: ALVES, L.; COUTINHO, I. J. (Orgs.) Jogos digitais e aprendizagem: fundamentos para uma prática baseada em evidências. Campinas, SP: Papirus, 2016, p 283-302.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

DOS SANTOS, G. A.; DORNELES, T. M.; DE CERQUEIRA, B. B. Jogos digitais: um estudo sobre a motivação de idosos em plataformas multimodais. Informática na educação: teoria &amp; prática, Porto Alegre, v. 20, n. 4 dez, 2017. DOI: 10.22456/1982-1654.76063. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/76063. Acesso em: 1 fev. 2023.