O Fórum de Discussão como Instrumento Avaliativo de Aprendizagem

Autores

  • Alexandra da Costa Souza Martins Senac-DF
  • Lucicleide Araújo de Sousa Alves UCB: Universidade Católica de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.62540

Palavras-chave:

Educação a distância. Online. Fórum. Avaliação. Listagem de atributos

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar o fórum de discussão como instrumento avaliativo, segundo a percepção de estudantes e tutores de cursos na modalidade de educação a distância online. Para tanto, adotou-se pesquisa exploratória por meio de abordagem qualitativa, utilizando como instrumento o questionário misto e para análise deste, a técnica de Análise de Conteúdo. Ao longo da Discussão são apresentados critérios de avaliação em fórum de discussão considerados mais apropriados, segundo a percepção dos participantes do estudo, além de uma listagem de atributos ligados a aspectos positivos e negativos, os quais foram organizados em grandes áreas: aprendizagem, atuação, interação/participação, design instrucional e relação entre os participantes. Os resultados demonstraram que o fórum de discussão, embora tenha alguns aspectos considerados negativos, é um bom instrumento de avaliação que muito pode colaborar para maximizar a qualidade da aprendizagem dos estudantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandra da Costa Souza Martins, Senac-DF

Alexandra da Costa Souza Martins: Pedagoga; Especialista em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância; Mestre em Educação. Coordena cursos de capacitação, técnicos e corporativos, modalidade a distância, no Senac-DF.

Lucicleide Araújo de Sousa Alves, UCB: Universidade Católica de Brasília

Lucicleide Araújo Alves: Pedagoga; Especialista em Tecnologias em Educação; Mestre em educação; Doutoranda em Psicologia (UCB). Coordena projetos de informática na educação promovendo a utilização das TIC como apoio ao desenvolvimento do Currículo da Educação Básica na Rede Pública de Ensino do Distrito Federal.

Referências

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de. Educação, ambientes virtuais e interatividade. In. SILVA, Marco (Org.); Educação online: teorias, práticas, legislação, formação corporativa. São Paulo: Louyola, 2011.

BARBOSA, Cláudia Maria Arôso Mendes. A aprendizagem mediada por TIC: interação e cognição em perspectiva. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância. Volume 11, setembro, 2012, p. 83-100.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Ministério da Educação: Brasília. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/ldb.pdf>. Acesso em: 08 maio 2014.

_____. Decreto Nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/Decreto/D5622.htm>. Acesso em: 08 maio 2014.

_____. Referências de qualidade para a Educação Superior a distância. Ministério da Educação/Secretaria de Educação a Distância: Brasília, 2007.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto.Trad. ROCHA, L. O. Porto Alegre: Artmed, 2007.

DIAS, Rosilâna Aparecida; LEITE, Lígia Silva. Educação a distância: da legislação ao pedagógico. Petrópolis: Vozes, 2010.

FILATRO, Andrea Filatro. Design Instrucional na prática. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2008.

_____. Design instrucional contextualizado. São Paulo: Senac, 2007.

FRANCO, M. L. P. B. Análise de conteúdo. Brasília: Liber Livro Editora, 2005.

GONZALEZ, Mathias. Fundamentos da tutoria em educação a distância. São Paulo: Avercamp, 2005.

HOFFMANN, Jussara. Avaliação, mito e desafio: uma perspectiva construtivista. Porto Alegre: Mediação, 2005.

HOFFMANN, J. Avaliação mediadora: uma relação dialógica na construção do conhecimento. Série idéias, São Paulo, n. 22, p. 51-59,1994.

KENSHI, Vani; OLIVEIRA, Gerson; CLEMENTINO, Adriana. Avaliação em

movimento: estratégias formativas em cursos online. (Org.) SILVA, Marcos;

KRATOCHWILL, Susan. Avaliação da aprendizagem em uma perspectiva dialógica a partir do fórum on-line. In. SILVA, Angela Carrancho (Org.) Aprendizagem em ambientes virtuais e educação a distância. Porto Alegre: Mediação, 2009, p. 135-168.

LA TAILLE, Yves OLIVEIRA, Marta Kohl, DANTAS, Heloysa (1992). PIAGET, VYGOTSKY, WALLON: teorias psicogenéticas em discussão. São Paulo: Summus, 1992.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 1999.

MASETTO, Marcos T. Mediação pedagógica e o uso da tecnologia. In: Novas tecnologias e mediação pedagógica. MORAN, José Manuel. Campinas, SP: Papirus, 2000.

MERCADO, Luís P. Tutoria no Curso TV na Escola e os desafios de hoje. In:____. Experiências com tecnologias de informação e comunicação na educação. Maceió: Edufal, 2006.

PALLOF, Rena; PRATT, Keith. O aluno virtual: um guia para trabalhar com estudantes online. Porto Alegre: Artmed, 2004.

POLAK, Ymiracy Nascimento de Souza. A avaliação do aprendiz em EaD. In. LITTO, Frederic M.; FORMIGA, Marcos (Org.). Educação a distância: O estado da arte. São Paulo: Pearson, 2009, p. 153-160.

ROMÃO, José Eustáquio. Avaliação dialógica: desafios e perspectivas. 9. Ed. – São Paulo: Cortez, 2001.

SALVUCCI, Mara; LISBOA, Marcos J. A.; MENDES, Nelson C. Educação a Distância no Educação a Distância no Brasil: Fundamentos legais e implementação. Pontifí Brasil cia Universidade Católica de Campinas. RBAAD - Associação Brasileira de Educação a Distância, v. 11, 2012, pp.50-62.

SANTOS, Edméa. Avaliação da aprendizagem em educação online. São Paulo: Edições Loyola, 2006, p. 79 – 89.

SILVA, Angela Carranho. Aprendizagem em ambientes virtuais e educação a distância. Porto Alegre: Mediação, 2009.

SILVA, M. Educação online: teorias, práticas, legislação, formação corporativa. São Paulo: Loyola, 2003.

SOUZA, Carlos Alberto de.; SPANHO, Fernando José. LIMAS, Jeane Cristina de Oliveira; CASSOL, Marlei Pereira. Tutoria na educação a distância. Congresso ABED 2004. Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/088-tc-c2.htm. Acesso em: 4 de out. 2014.

VYGOTSKY, Lev. Semenovitch. Pensamento e linguagem. 4ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

_____. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

Downloads

Publicado

2016-11-05

Como Citar

MARTINS, A. da C. S.; ALVES, L. A. de S. O Fórum de Discussão como Instrumento Avaliativo de Aprendizagem. Informática na educação: teoria &amp; prática, Porto Alegre, v. 19, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1982-1654.62540. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/62540. Acesso em: 20 ago. 2022.