TUTORIA A DISTÂNCIA: SOBRE O TRABALHO E A DOCÊNCIA

Autores

  • Fabio Alexandre Dziekaniak Universidade Federal do Rio Grande-FURG
  • Vanise dos Santos Gomes Universidade Federal do Rio Grande-FURG
  • Luciana Neto Dolci Universidade Federal do Rio Grande-FURG

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.60079

Palavras-chave:

Educação a Distância, Tutoria, Trabalho Precarizado

Resumo

Este artigo aborda as reflexões realizadas a partir dos relatos de cinco tutoras a distância que atuaram no curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos na Diversidade, vinculado ao Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB/CAPES, a respeito dos sentidos do trabalho na tutoria a distância. Ao longo da escrita problematiza-se a ação docente desenvolvida pelos tutores e os diferentes papéis que assumem na organização da Educação a Distância, questionando principalmente as influências do Modo de Produção Capitalista na estrutura da EaD e consequentemente no trabalho dos tutores, que se estabelece no âmbito educacional como um trabalho terceirizado, desenvolvido por meio de prestação de serviços temporários e que caracterizam a lógica capitalista da precarização e exploração da mão de obra trabalhadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabio Alexandre Dziekaniak, Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Mestre em Educação ambiental pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Vanise dos Santos Gomes, Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Professora Adjunta do Instituto de educação da Universidade Federal do Rio Grande-FURG, professora Permanente no Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGEDU

Luciana Neto Dolci, Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Professora Adjunta do Instituto de educação da Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Referências

ANTUNES, Ricardo. A Dialética do Trabalho. São Paulo : Expressão Popular, 2013.

ANTUNES, Ricardo L. C. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre afirmação e a negação do trabalho. 2º Ed. São Paulo : Boitempo, 2009.

ARROYO, Miguel G. Ofício de Mestre: Imagens e autoimagens. 12° Ed. Petrópolis, RJ : Vozes, 2010.

BRASIL – Ministério da Educação – MEC, Secretaria de Educação a Distância – SEED/MEC. Referenciais de Qualidade para Educação Superior a distância. Brasília : Ministério da Educação : Brasília, 2007. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/referenciaisead.pdf>. Acesso em 26 de dezembro de 2013.

LOUREIRO, Carlos Frederico B. Trajetória e fundamentos da educação ambiental. São Paulo, SP : Cortez, 2004.

MATTAR, João. Tutoria e interação em educação a distância. São Paulo : Cengage Learning (Série Educação e Tecnologia), 2012.

VALENTE, José Armando. MORAN, José Manuel. Educação a distância: Pontos e Contrapontos. ARANTES, Valéria Amorin (organizadora) - São Paulo : Summus, 2011.

Downloads

Publicado

2017-04-19

Como Citar

DZIEKANIAK, F. A.; GOMES, V. dos S.; DOLCI, L. N. TUTORIA A DISTÂNCIA: SOBRE O TRABALHO E A DOCÊNCIA. Informática na educação: teoria &amp; prática, Porto Alegre, v. 19, n. 3 set/dez, 2017. DOI: 10.22456/1982-1654.60079. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/60079. Acesso em: 14 ago. 2022.