Estudar e trabalhar na Itália: instrumentos e procedimentos para a inclusão de pessoas com deficiência

Autores

  • Catia Giaconi Università degli Studi di Macerata
  • Maria Beatriz Rodrigues Escola de Administração Ufrgs

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.56462

Palavras-chave:

Inclusão escolar. Inclusão laboral. Legislação inclusive. Estágios evolutivos da inclusão.

Resumo

A Itália é conhecida por boas práticas de inclusão educacional e laboral. Um conjunto orgânico de leis permite o pleno acesso à educação e ao trabalho, garantindo direitos e recursos necessários às pessoas com deficiência, suas famílias e organizações que as acolhem. A evolução do quadro normativo italiano, tem resultado no desenvolvimento de um arcabouço teórico-conceitual em pedagogia e didática especial, para dar conta das constantes mudanças e demandas das instituições e da sociedade. Esse trabalho examina a evolução das leis que transformaram a Itália em vanguarda na inclusão social, assim como os diferentes momentos e abrangência das mesmas no tocante a participação de pessoas com deficiência na educação e no trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BONOMO, V. Diversity and Integration: Social Work participation for scholastic integration, Abstract. International Conference, Social Work 2007, Social change and social professions. Parma: Italy, March 15-17, 2007

______. L’iter diagnostico e accompagnamento del minore disabile e della famiglia nel processo di integrazione sociale e scolastico. Luci ed ombre. Ass.N.A.S. Notizie – Bollettino quadrimestrale dell’Associazione Nazionale Assistenti Sociali. IX(2): Dicembre, 2011

______. Persona con Disabilità: Operatività del Servizio Sociale Professionale. La Professione Sociale. Rivista semestrale di studio analisi e ricerca. Bologna: Edizioni Clueb, 15(28), 2004

CANEVARO, A (org.). L’integrazione scolastica degli alunni con disabilità. Trent’anni di inclusione nella scuola italiana. Trento: Erikson, 2007

CONSOLINI, N. La risorsa rete per i servizi del lavoro, Quaderni SPIM, 2003

CAUSIN, P.; DE PIERI, S. Disabili e rete sociale, Milano: Franco Angeli, 2006

GIACONI, C.; RODRIGUES, M. B. Organização do espaço e do tempo na inclusão de sujeitos com autismo. Educação & Realidade, vol. 39, n. 3, pp. 687-705, 2014.

IANES, D. La diagnosi funzionale secondo l’ICF. Trento: Erickson, 2004

IANES, D. La speciale normalità. Strategie di integrazione e inclusione per le disabilità e i bisogni educativi speciali. Trento: Centri Studi Erickson, 2006

ITALIA. Ministério da Instrução, Universidade e Pesquisa (MIUR). Linee guida sull’integrazione scolastica degli alunni con disabilità. 2009

ITALIA. Ministério da Instrução, Universidade e Pesquisa (MIUR). Sistema informativo (SIMPI). 2010

LA MACCHIA, C. Disabilità e lavoro. Roma: Ediesse, 2009

MEDEGHINI, R. Disabilità e corso di vita. Milano: Franco Angeli, 2006

MODERATO, L. Aiutami a crescere. Gussago: Vannini Editrice, 2001

Downloads

Publicado

2016-01-16

Como Citar

GIACONI, C.; RODRIGUES, M. B. Estudar e trabalhar na Itália: instrumentos e procedimentos para a inclusão de pessoas com deficiência. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 18, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/1982-1654.56462. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/56462. Acesso em: 17 ago. 2022.