O Uso da Ferramenta Modellus no Ensino de Física: uma abordagem a luz da Teoria dos Campos Conceituais

Autores

  • Marcelo Esteves Andrade Instituto Federal do Espirito Santo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.51782

Palavras-chave:

Modellus, Modelagem, TIC, ensino de Física, Campos Conceituais

Resumo

Neste artigo relatamos uma experiência com uso da ferramenta de modelagem computacional Modellus, que é um software livre com fins educacionais desenvolvido para implementação de atividades complementares no ensino de ciências e matemática. Uma sequência didática usando esta ferramenta foi aplicada em duas turmas de 1º Ano do ensino médio em uma escola da rede privada do estado do Rio Grande do Sul. A estratégia de aplicação foi baseada na Teoria dos Campos Conceituais de Gerard Vergnaud, que diz que a conceitualização é o centro do desenvolvimento cognitivo. Através das observações feitas durante a aplicação desta proposta e dos resultados obtidos, vimos que uma estratégia de ensino baseada no uso de tecnologias como esta, permitem um aprendizado mais eficaz, visto que o contato e a interação dos alunos com o objeto de estudo e com as ferramentas educacionais é muito maior quando comparado com as metodologias tradicionais, por isso esta estratégia apresenta um grande potencial como recurso educacional para o ensino de Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Esteves Andrade, Instituto Federal do Espirito Santo

Licenciado em Fisica pela UFES mestre em Ensino de fisica pela UFRGS professor do Instituto Federal do Espirito Santo

Referências

ARAUJO, I, S. Um estudo sobre o desempenho de alunos de física usuários da ferramenta Modellus na interpretação de gráficos da cinemática. 2002. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2002.

ARAUJO, I. S; BRANDÂO, R.V; VEIT, E.A. A modelagem científica de fenômenos físicos e o ensino de física, Física na Escola, São Paulo, v. 9, n. 1, 2008

ARAUJO, I, S; DORNELES, P, F, T; VEIT, E. A. Simulação e modelagem computacional no auxílio à aprendizagem significativa de conceitos básicos de eletricidade: Parte 1 - Circuitos elétricos simples. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 28, n. 4, p. 487-496, set. 2006.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Média e Tecnológica. PCN+- ENSINO MÉDIO, Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília. 1999.

GONÇALVES, L. de J. Uso de animações visando a aprendizagem significativa de física térmica no ensino médio. 2005. 97f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino de Física)–Instituto de Física, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2005.

MOREIRA, M, A. A teoria dos campos conceituais de Vergnaud, o ensino de ciências e a pesquisa nesta área. Investigações em Ensino de Ciências. Porto Alegre. v. 7, p. 7 – 29, 2002.

VEIT, E. A.; TEODORO, V. D. Modelagem no ensino/aprendizagem de física e os novos parâmetros curriculares para o ensino médio. Revista Brasileira de Ensino de Física, São Paulo, v. 24, n. 2, p. 87-96, jun. 2002.

Downloads

Publicado

2015-07-29

Como Citar

ANDRADE, M. E. O Uso da Ferramenta Modellus no Ensino de Física: uma abordagem a luz da Teoria dos Campos Conceituais. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 18, n. 1, 2015. DOI: 10.22456/1982-1654.51782. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/51782. Acesso em: 13 ago. 2022.