Formação de Professores da América Latina em Tecnologias Assistivas

Autores

  • Lucila M. C. Santarosa Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Débora Conforto Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.23592

Resumo

Contemporâneas Políticas Públicas na Perspectiva da Educação Inclusiva têm nas Salas Multifuncionais e na Formação Continuada de Professores duas importantes ações governamentais para concretizar a inclusão da diversidade humana no ensino regular. Pesquisas exploratórias realizadas nas Salas Multifuncionais apontaram para a frágil formação dos professores na utilização de tecnologias assistivas na promoção de práticas para qualificar processos de Atendimento Educacional Especializado. Este artigo apresenta uma das possíveis respostas para o desafio de capacitar educadores para a Educação Inclusiva - o Programa Nacional de Formação de Professores - da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão, do Ministério da Educação e Cultura (SECADI/MEC), que objetiva fornecer subsídios teóricos e metodológicos, com ênfase nas Tecnologias Assistivas, para professores do Brasil e de países ibero-americanos. Com a apropriação do campo de saber da Tecnologia Assistiva viabiliza-se no tempo e no espaço escolares uma cultura relacionada à inclusão escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-21

Como Citar

SANTAROSA, L. M. C.; CONFORTO, D. Formação de Professores da América Latina em Tecnologias Assistivas. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 15, n. 2, 2012. DOI: 10.22456/1982-1654.23592. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/23592. Acesso em: 1 out. 2022.