Representação do conhecimento por meio de mapas conceituais no domínio do T-governo

Autores

  • Paloma Maria Santos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Airton Zancanaro Universidade Federal de Santa Catarina
  • Neri dos Santos Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.20997

Palavras-chave:

Representação do conhecimento, Mapas conceituais, TV digital, Governo eletrônico

Resumo

O termo ciência cognitiva começou a ser amplamente empregado a partir da década de 1970. Por meio do estudo das atividades mentais, a ciência cognitiva busca responder questões epistemológicas relativas à natureza do conhecimento, seus componentes, suas origens, seu desenvolvimento e seu emprego, utilizando-se de representações. A partir de um levantamento bibliográfico sobre as possíveis formas de representação de conhecimento, este artigo busca organizar o conhecimento concernente a um serviço de governo eletrônico a ser disponibilizado para o cidadão via TV Digital. Como resultado desta pesquisa, foi possível comprovar a eficiência dos mapas conceituais quando na organização e representação do conhecimento envolvido neste domínio de aplicação. Dentre as diversas vantagens apontadas para a utilização de mapas conceituais para este fim, a simplicidade de organização e entendimento da estrutura de conhecimento é certamente a mais evidente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-29

Como Citar

SANTOS, P. M.; ZANCANARO, A.; DOS SANTOS, N. Representação do conhecimento por meio de mapas conceituais no domínio do T-governo. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 18, n. 1, 2015. DOI: 10.22456/1982-1654.20997. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/20997. Acesso em: 14 ago. 2022.