Ensaio sobre o uso do ambiente virtual de aprendizagem nos cursos de graduação da saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-1654.103599

Palavras-chave:

Educação a Distância, Tecnologia Educacional, Docentes, Estudantes de Ciências da Saúde, Capacitação de Recursos Humanos em Saúde

Resumo

Diante da necessidade de esclarecer se o Ambiente Virtual de Aprendizagem agrega ao processo de ensino-aprendizagem dos universitários da área da saúde, objetivou-se analisar a percepção dos docentes e discentes quanto ao seu uso. Realizado a partir de dados primários coletados por meio de questionário autopreenchível aplicado a acadêmicos matriculados nos cursos de odontologia, medicina e enfermagem, tendo sido analisados no software Epiinfo. Foram abordados 388 indivíduos, dentre os quais 386 concordaram em participar da pesquisa. Destes 301 (78%) eram discentes e 85 (22%) docentes. O AVA é, inquestionavelmente, uma ferramenta facilitadora no processo de ensino aprendizagem dos universitários da área da saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Conselho Nacional de Saúde. Resolução no 304, de 09 de Agosto. [S. l.: s. n.]

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria no 2.253, de 18 de outubro de 2001. [S. l.: s. n.]

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria no 4.059, de 10 de dezembro de 2004. Brasília: [s. n.], 2004.

BRASIL. Ministerio da Educação. Portaria no 1.134, de 10 de outubro de 2016. Brasília: [s. n.], 2016.

BRASIL. Ministerio da Educação. Portaria no 2.117, de 06 de dezembro de 2019. Brasília: [s. n.], 2019.

FAPEAM. UEA é a segunda instituição do país a implantar Programa Pró-Inovalab. [s. l.], 2014. Disponível em: http://www.fapeam.am.gov.br/uea-e-a-segunda-instituicao-do-pais-a-implantar-programa-pro-inovalab/. Acesso em: 16 abr. 2020.

GIGLIO, R. F. Desafios da educação via web no ensino de clínica cirúrgica de pequenos animais: desenvolvimento, implementação e avaliação de um curso complementar ao presencial. 2007. - Universidade de São Paulo, [s. l.], 2007. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-26062007-130818/pt-br.php

LEÃO, M. F.; REHFELDT, M. J. H.; MARCHI, M. I. O uso de um ambiente virtual de aprendizagem como ferramenta de apoio ao ensino presencial. Journal of Interdisciplinary Studies on Science and Informatics (Abakós), [S. l.], v. 2, n. 1, p. 32–51, 2013.

LONGHI, M. T. Mapeamento de aspectos afetivos em um ambiente virtual de aprendizagem. 2011. - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, [s. l.], 2011. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/39578/000826422.pdf?sequence=1

LOPES, V. A.; SOARES, T. A.; ALMEIDA, S. do C. D. de. Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) no curso de graduação em artes visuais na modalidade a distância. In: AFONSO, G. B.; OLIVEIRA, M. M. F. de; DONATO, S. P. (org.). Educação e Tecnologias: perspectivas teóricas e práticas da educação contemporânea. São Paulo: Artesanato Educacional, 2019. p. 370. E-book.

MORAN, J. M. Educação híbrida. Um conceito chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; NETO, A. T.; TREVISANI, F. de M. (org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015. p. 26–42. E-book.

NOBRE, I. A. M. et al. Uso do Ambiente Virtual de Aprendizagem no ensino presencial: Percepções docentes em um curso de bacharelado em sistemas de informaçãoEducação e Tecnologias: perspectivas teóricas e práticas da educação contemporânea. Serra/ Espirito Santo: [s. n.], 2016.

PRESTES, L. P. et al. Ava Moodle , Implantação , Importância e Dificuldade de Aplicação como Extensão ao Ensino Tradicional na visão do Professor. Revista de Informática na Educação: teoria & prática, [S. l.], v. 21, n. 3, p. 93–108, 2018.

ROMANOWSKI, J. P. et al. Inserção de tecnologias na prática pedagógica. In: AFONSO, G. B.; OLIVEIRA, M. M. F. de; DONATO, S. P. (org.). Educação e Tecnologias: perspectivas teóricas e práticas da educação contemporânea. São Paulo: Artesanato Educacional, 2019. p. 370. E-book.

SANTOS, A. C. Z. F. et al. Avaliação e desenvolvimento de ambiente virtual de aprendizagem no ensino da disciplina de Diagnóstico Oral por meio do blended learning. Revista da ABENO, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 76–87, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.30979/rev.abeno.v17i2.372

SILVA, M. R. C. da; MACIEL, C.; ALONSO, K. M. Hibridização do ensino nos cursos de graduação presenciais das universidades federais: uma análise da regulamentação. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação - Periódico científico editado pela ANPAE, [S. l.], v. 33, n. 1, p. 95, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.21573/vol33n12017.74042

SOUZA, J. B. A. de. Os Desafios no Estudo on line em Salas Virtuais: uma análise das ferramentas do AVA na EaD da UFGD e Unigranet. EaD & Tecnologias Digitais na Educação, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 41–58, 2014. Disponível em: http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/ead/article/view/3292/2109

TENÓRIO, T.; LAUDELINO, M. A.; TENÓRIO, A. A Importância do Ambiente Virtual de Aprendizagem em um Curso de Graduação com Base nas Percepções de Alunos a Distância. Ead Em Foco, [S. l.], v. 5, n. 3, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.18264/eadf.v5i3.274

TORI, R. Cursos híbridos ou blended learning. In: LITTO, F.; FORMIGA, M. (org.). Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Educacional do Brasil, 2009. p. 121–128. E-book.

Downloads

Publicado

2021-06-10

Como Citar

PASSOS, S. M. de A.; SACHETT, J. de A. G.; SANTOS, W. M. dos; GONÇALVES, I. C. de M. Ensaio sobre o uso do ambiente virtual de aprendizagem nos cursos de graduação da saúde. Informática na educação: teoria & prática, Porto Alegre, v. 24, n. 1 Jan/Abr, 2021. DOI: 10.22456/1982-1654.103599. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/103599. Acesso em: 13 ago. 2022.