PEQUENO ENSAIO SOBRE RESISTÊNCIA: A POTÊNCIA DA RECUSA - BARTLEBYS INDÍGENAS E OS MOVIMENTOS ABERRANTES

Autores

  • Antonio Henrique Maia Lima Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Faculdade Mato Grosso do Sul.
  • Silvana Tótora Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.88017

Palavras-chave:

resistência, recusa, povos indígenas, movimentos aberrantes, Guarani-Kaiowá.

Resumo

Propomos um ensaio de resistência a partir da criação de um pensamento que não se limita a comunicar o que já se sabe, mas como experiência modificadora dos jogos de verdade, destacando os povos indígenas, particularmente do Mato Grosso do Sul – os Guarani-Kaiowá – frente ao aparelho de Estado aliado ao agronegócio. Nossa conclusão se expressa como um manifesto de resistência e produção de um bloco de devires em favor de uma vida outra e uma nova terra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Henrique Maia Lima, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; Faculdade Mato Grosso do Sul.

Doutorando em Ciências Sociais pela PUC/SP. Docente no curso de direito da Faculdade Mato Grosso do Sul (FACSUL/MS).

Silvana Tótora, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Doutora em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCS/SP), docente do Departamento de Política e do Programa de pós-graduação strictu sensu em Ciências Sociais da PUC/SP

Downloads

Publicado

2019-06-30

Como Citar

MAIA LIMA, A. H.; TÓTORA, S. PEQUENO ENSAIO SOBRE RESISTÊNCIA: A POTÊNCIA DA RECUSA - BARTLEBYS INDÍGENAS E OS MOVIMENTOS ABERRANTES. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 13, n. 1, p. 253, 2019. DOI: 10.22456/1982-6524.88017. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/88017. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

ENSAIOS BIBLIOGRÁFICOS