RELAÇÕES DE GÊNERO E VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES INDÍGENAS EM AMAMBAI – MS (2007-2013)

Autores

  • Ana Evanir Alves Viana UEMS
  • Tânia Regina Zimmermann UEMS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.53538

Palavras-chave:

relações de gênero, mulheres indígenas, violência.

Resumo

Esta pesquisa objetiva entender algumas formas de violência perpetradas contra mulheres indígenas em reservas no município de Amambai (MS) a partir de 2007 até 2013. Na questão de gênero, as mulheres indígenas estão entre as mais gravemente afetadas por violências múltiplas e permanecem na perspectiva da vitimização. Através da metodologia da história oral, realizamos entrevistas com mulheres indígenas vítimas da violência masculina bem como com pessoas envoltas (capitão, gestora da Coordenadoria da Mulher de Amambai e pesquisadoras da temática indígena kaiowá) nessas situações de conflito, além do levantamento de boletins de ocorrência. Destarte, torna-se importante uma pesquisa que evidencie alguns silêncios dessas mulheres, e que dê visibilidade e dizibilidade às formas de violência doméstica exercidas contra mulheres indígenas da região a partir da perspectiva de gênero, bem como observe perspectivas das próprias mulheres indígenas para dirimir esta violação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Evanir Alves Viana, UEMS

Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul - UEMS

Tânia Regina Zimmermann, UEMS

Professora do Curso de História da UEMS.

Downloads

Publicado

2015-06-22

Como Citar

ALVES VIANA, A. E.; ZIMMERMANN, T. R. RELAÇÕES DE GÊNERO E VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES INDÍGENAS EM AMAMBAI – MS (2007-2013). Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 105, 2015. DOI: 10.22456/1982-6524.53538. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/53538. Acesso em: 9 fev. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS