A PESSOA INCLUSIVA EM BAKAIRI: MORFOLOGIA PRONOMINAL E ONTOLOGIA EM LÍNGUAS CARIBE

Autores

  • Evandro de Sousa Bonfim UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.50122

Palavras-chave:

pronomes, ontologia, línguas caribe, dual.

Resumo

O objetivo do artigo é comparar a pessoa inclusiva do bakairi com os pronomes pessoais correspondentes em línguas Caribe próximas (ykpeng e kuikuro), de forma a identificar a quantidade e a natureza dos morfemas que os constituem, em especial as marcas de pessoa, a relação dual e a inclusividade. Além da função gramatical, tais morfemas estão intimamente relacionados com mecanismos discursivos relativos à expressão da identidade e da alteridade nos grupos indígenas (processos ontológicos linguisticamente marcados). Como resultado, pretende-se reinterpretar a expressão linguística formal da relação entre número e posições enunciativas para a pessoa inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro de Sousa Bonfim, UFRJ

Bolsista de Pós-Doc CNPq Pesquisador Deptº de Antropologia/Museu Nacional

Downloads

Publicado

2015-06-22

Como Citar

BONFIM, E. de S. A PESSOA INCLUSIVA EM BAKAIRI: MORFOLOGIA PRONOMINAL E ONTOLOGIA EM LÍNGUAS CARIBE. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 9, n. 1, p. 35, 2015. DOI: 10.22456/1982-6524.50122. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/50122. Acesso em: 31 jan. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS