MEDIANDO DIFERENTES MUNDOS: UMA REFLEXÃO SOBRE A POSTURA DA SOCIOLOGIA PRAGMÁTICA AO DIALOGAR COM COLETIVOS INDÍGENAS

Autores

  • Marcela Meneghetti Baptista UFRGS
  • Gabriela Coelho-de-Souza UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.16147

Palavras-chave:

sociologia pragmática, antropologia simétrica, simetria na mediação, simetria entre atores humanos e não humanos.

Resumo

Esse ensaio objetiva discutir a mediação relacionada a coletivos indígenas a partir da postura pragmática da sociologia, na qual o pesquisador não está em uma posição privilegiada e onde todos os atores têm capacidade crítica. É enfatizado que, mesmo reconhecendo os diferentes atores humanos e seu direito à voz, ainda falta “civilizar a política”, o que permite a entrada de entidades não humanas que anteriormente não tinham direito à voz. Nesse processo, duas simetrias são fundamentais: entre atores humanos provenientes de diferentes mundos e entre humanos e não humanos. O ensaio conclui que é necessário que se conheça do que o mundo do outro é feito – nesse caso, o dos indígenas - e seus conceitos para que a mediação seja simétrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Meneghetti Baptista, UFRGS

Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Pesquisadora DESMA - Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Rural Sustentável e Mata Atlântica da Universidade Federal do rio Grande do Sul (PGDR/UFRGS).

Gabriela Coelho-de-Souza, UFRGS

Profa Depto Ciências Econômicas, Faculdade de Ciência Econômicas, DESMA - Núcleo de Estudos em Desenvolvimento Rural Sustentável e Mata Atlântica, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Downloads

Publicado

2011-06-29

Como Citar

BAPTISTA, M. M.; COELHO-DE-SOUZA, G. MEDIANDO DIFERENTES MUNDOS: UMA REFLEXÃO SOBRE A POSTURA DA SOCIOLOGIA PRAGMÁTICA AO DIALOGAR COM COLETIVOS INDÍGENAS. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 5, n. 1, p. 160, 2011. DOI: 10.22456/1982-6524.16147. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/16147. Acesso em: 7 fev. 2023.

Edição

Seção

ENSAIOS BIBLIOGRÁFICOS