EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA MANIFESTADA EM INTERVENÇÃO ARQUITETÔNICA: REFLEXÕES A PARTIR DE UMA ESCOLA KAINGANG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.102935

Resumo

O artigo apresenta reflexões sobre espaços escolares indígenas a partir da intervenção arquitetônica para a Escola Indígena de Educação Básica Cacique Vanhkre, localizada na Aldeia Sede da Terra Indígena Xapecó, município de Ipuaçu, Santa Catarina. A escolha dessa obra deve-se à representatividade de sua arquitetura, tanto para a comunidade indígena, quanto para a sociedade envolvente. O principal objetivo é problematizar as relações entre as propostas arquitetônicas e a educação escolar indígena, identificadas como meios de afirmação cultural. A análise dirige-se à participação da comunidade no processo de projeto arquitetônico, à apropriação dos espaços e às alterações decorrentes, bem como ao estudo das formas arquitetônicas, sua imagem na paisagem cultural e os significados atribuídos pelos sujeitos. Para tanto, foram utilizados referenciais bibliográficos, publicações na mídia, análise documental, observações e entrevistas abertas e semiestruturadas com professores, estudantes formados e lideranças da aldeia. Como resultados são apresentadas considerações sobre o desenvolvimento de projetos arquitetônicos junto a comunidades indígenas, enfocando o desenho de espaços escolares e sua relação com a proposta de educação indígena específica e diferenciada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Machado Dill, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pelo Programa de Pós graduação em arquitetura e Urbanismo da UFSC. Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (2016). Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Barddal de Artes Aplicadas (2018) e graduação em Design de produto Tecnologia em Móveis pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2007). Atua principalmente nos seguintes temas: Linguagem espacial; Arquitetura, Design e sustentabilidade Cultural; Configuração espacial em comunidades indígenas; representação espacial de práticas culturais; responsabilidade ambiental e social da arquitetura; Cultura e Espaço Kaingang e Identidade espacial.Atualmente realiza pesquisa em nível de Pós doutorado na área de categorias de análise socioespacial em etapas pré-concepção no processo de projeto em arquitetura e urbanismo.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

ZANIN, N. Z.; DILL, F. M. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA MANIFESTADA EM INTERVENÇÃO ARQUITETÔNICA: REFLEXÕES A PARTIR DE UMA ESCOLA KAINGANG. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 15, n. 1, p. 134, 2021. DOI: 10.22456/1982-6524.102935. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/102935. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS