A INFÂNCIA CINTA LARGA: NARRATIVAS DO/NO CONTEXTO ESCOLAR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-6524.101226

Palavras-chave:

Crianças indígenas. Narrativas. Escola. Povo Cinta Larga.

Resumo

O propósito central deste artigo é trazer para o debate os diferentes olhares sobre as produções culturais infantis narradas nos contextos de vidas coletivas, as aldeias Cinta Larga. Observamos e registramos as experiências e produções de crianças indígenas, nesse exercício as narrativas exibem a relação dialética entre os sujeitos e o contexto escolar, cultural e social. Os dados coletados na pesquisa campo se inserem na etnografia, no que concerne as vivências entre a participação ampla com os sujeitos pesquisados e constituídos por um espaço e tempo onde são partícipes da realidade, face a face com as situações escolares, no todo vivenciado por tessituras de uma análise reflexiva do contexto social e cultural no lugar em que as crianças Cinta Larga são seres atuantes, que manifestam seus interesses como desejos de descoberta e aprendizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silbene Ferreira de Arruda, Secretaria de Educação de Mato Grosso

Mestre em Educação pela Universidade do Estado de Mato Grosso, professora da Educação Básica em Aripuanã-MT

Alceu Zoia, Unemat

Pós Doutorado em Educação na UFPR, Doutor em Educação pela UFG e professor de Filosofia do departamento de pedagogia da Unemat, campus de Sinop. Professor do PPGEdu/UNEMAT na Linha de Pesquisa Educação e Diversidade

Downloads

Publicado

2021-08-30

Como Citar

ARRUDA, S. F. de; ZOIA, A. A INFÂNCIA CINTA LARGA: NARRATIVAS DO/NO CONTEXTO ESCOLAR. Espaço Ameríndio, Porto Alegre, v. 15, n. 2, p. 271, 2021. DOI: 10.22456/1982-6524.101226. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EspacoAmerindio/article/view/101226. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

ARTIGOS