Competência em Informação: estudos introdutórios sobre a temática na Itália

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245263.354-379

Palavras-chave:

Competência em informação, Revisão bibliográfica, Itália.

Resumo

Este estudo aborda o tema da information literacy na Itália. Com aumento do número de informações disponíveis para a população, o desenvolvimento da competência em informação ganha importância na atual sociedade. Este artigo identifica a literatura publicada sobre competência em informação na Itália, por meio de uma pesquisa bibliográfica. Aponta as fontes de informação com trabalhos disponíveis sobre a temática; identifica as principais publicações e verifica as temáticas apresentadas nas publicações científicas a respeito da competência em informação na Itália. Foram recuperados documentos nas bases de dados Directory of Open Access Journals, Library and Information Science Abstracts,          Information Science & Technology Abstracts e Web of Science e nos levantamentos publicados por Basili (2014) e Crocetti (2012). Os resultados foram complementados com dados obtidos na European Conference on Information Literacy dos anos de 2013 a 2018, o que perfez 136 documentos. Verificou-se crescente debate na área a partir dos anos 1990, que se intensifica após 2004 com pesquisadores italianos influentes como Carla Basili e Laura Ballestra. Os estudos italianos identificados relacionavam a competência em informação com diversos temas, entre eles: a preocupação com políticas públicas inexistentes ou insuficientes, ações práticas, questões éticas e ambientais, grupos vulneráveis, a área da saúde e tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcela Reinhardt de Souza, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2016). Licenciada em História pela Universidade Federal de Pelotas - UFPel (2010). Atualmente é bibliotecária da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) atuando na área de editoração científica. Possui experiência nas seguintes áreas: educação, museus, bibliotecas e editoração científica. Desenvolve pesquisas relacionadas à Competência em Informação e ansiedade pelo excesso de informação e editoração científica.

Elizete Vieira Vitorino, Universidade Federal de Santa Catarina

Pós doutora pela Faculdade de Letras (FLUP), da Universidade do Porto (UP), Portugal, no período de jan. 2015 a jan. 2016 por meio da Agência de Fomento CAPES e do Programa Estágio Sênior no Exterior (Processo: BEX 2398/14-1). Doutora em Engenharia de Produção (2004) na área de Mídia e Conhecimento e Educação a Distância (EaD) e Mestre em Engenharia de Produção (1996) na área de Gestão da Qualidade em Bibliotecas, ambas titulações conferidas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Graduação em Biblioteconomia pela UFSC (1991). Professora concursada (2006) e pesquisadora do Departamento de Ciência da Informação (CIN), Centro de Ciências da Educação (CED), da UFSC com atuação nos Cursos de Biblioteconomia, Arquivologia e Ciência da Informação. Desde o ano de 2006 dedica-se, além do ensino, extensão e administração na UFSC, à pesquisa na área da competência em informação (information literacy). É Professora Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN) em nível de mestrado e doutorado, cujas disciplina e orientações se desenvolvem na área da competência em informação. É fundadora e líder do Grupo de Pesquisa GPCIn - Competência em Informação, cadastrado no CNPq e certificado pela UFSC desde o ano de 2006.

Downloads

Publicado

2020-09-16

Como Citar

SOUZA, M. R. de; VITORINO, E. V. Competência em Informação: estudos introdutórios sobre a temática na Itália. Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 3, p. 354–379, 2020. DOI: 10.19132/1808-5245263.354-379. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/97792. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos