Sociologia de Bourdieu: avaliação da produção científica dos pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação

Autores

  • Bruno Henrique Alves Universidade Federal Fluminense - Instituto de Arte e Comunicação Social - IACS - UFF.
  • Ely Francina Tannuri de Oliveira Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências - Câmpus de Marília.

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245263.121-145

Palavras-chave:

Campo científico, Construção do conhecimento, GTs da ANCIB.

Resumo

O campo científico da Ciência da Informação é um espaço hierarquizado de posições e formado por relações objetivas. Esta pesquisa objetivou compreender a geração e construção do conhecimento dos pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação. De forma específica, propõe-se a apresentar os pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação e agrupar os diferentes artigos produzidos por eles, segundo os temas dos Grupos de Trabalhos da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação. Como procedimento, a população da pesquisa foi constituída por um total de 47 pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação, no primeiro quinquênio 2005-2009, e 56, no segundo quinquênio 2010-2014. Utilizou-se um total de 317 artigos completos publicados em periódicos, no primeiro quinquênio, e 597, no segundo quinquênio. Esses artigos foram utilizados para desenvolver os agrupamentos com base nos temas dos 11 Grupos de Trabalhos da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação e para gerar as redes two-mode por meio do software Ucinet. Como resultado, identificou-se que a construção do trabalho científico visa estabelecer um conhecimento adequado para orientar o funcionamento desse trabalho a partir das relações objetivas apresentadas pelos pesquisadores. Como conclusão, pode-se destacar que os pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação, envolvidos nesse jogo de poder, têm interesses específicos definidos pela lógica do jogo, ou seja, sempre há competição e disputas por troféus, como, por exemplo, na disputa dos melhores trabalhos, na disputa pela coordenação científica, entre outras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Henrique Alves, Universidade Federal Fluminense - Instituto de Arte e Comunicação Social - IACS - UFF.

Docente do Departamento de Ciência da Informação (GCI) da Universidade Federal Fluminense (UFF), nos cursos de Arquivologia e de Biblioteconomia. Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" UNESP-Marília. Trabalha, principalmente, nos seguintes temas: Estudos Métricos da Informação, Bibliometria, Cientometria, Colaboração Científica, Coautoria, Sociologia da Ciência, Sociologia de Pierre Bourdieu e Gestão da Informação e de Bibliotecas. Participa dos Grupos de Pesquisa "Estudos Métricos em Informação" - UNESP/Marília e "Comunicação, Redes, Políticas de Informação" - Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ.

Ely Francina Tannuri de Oliveira, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - Faculdade de Filosofia e Ciências - Câmpus de Marília.

Livre-Docente na área de "Estudos Bibliométricos" a partir de setembro de 2013, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de |Mesquita Filho, com doutorado e mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001 e 1995). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1967) e graduação em Matemática pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Osvaldo Cruz-SP (1973), Atualmente pertence ao quadro do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, na linha de Pesquisa Produção e Organização da Informação, ministra a disciplina Estudos Métricos em Informação. É coordenadora do grupo de pesquisa "Estudos métricos da Informação" , vice coordenadora da linha de pesquisa Produção e Organização da Informação do PPGCI e bolsista pesquisadora do CNPq(2).Tem experiência na área de Matemática e Estatística, com ênfase em Metodologias Quantitativas para a Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: metodologias estatísticas, estudos métricos, indicadores bibliométricos, avaliação da produção científica e redes de colaboração científica, indicadores absolutos e normalizados, especialmente no âmbito dos Estudos Bibliométricos e Cientométricos. 

Downloads

Publicado

2020-09-16

Como Citar

ALVES, B. H.; OLIVEIRA, E. F. T. de. Sociologia de Bourdieu: avaliação da produção científica dos pesquisadores de produtividade em pesquisa em Ciência da Informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 3, p. 121–145, 2020. DOI: 10.19132/1808-5245263.121-145. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/93092. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos