Interpretação e validação de agrupamentos em análise de cocitação de autores: estudo exploratório e metodológico

Autores

  • Rodrigo Aquino de Carvalho PPGCom/UFRGS. ICHI/FURG. http://orcid.org/0000-0003-0713-3773
  • Catarina de Quevedo Prestes de Carvalho Universidade Federal de Pelotas - UFPEL.
  • Sônia Elisa Caregnato Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245252.89-116

Palavras-chave:

Cocitação. Análise de cocitação de autores. Análise de cocitação de documentos. Estudo metodológico.

Resumo

No contexto da fase de interpretação e validação de uma Análise de cocitação de Autores, são formulados os seguintes objetivos: (i) comparar dados dos artigos citantes do corpus com dados que caracterizam os citantes e os autores citados de um agrupamento de uma ACA; (ii) propor indicadores adicionais relacionados aos autores que formam um agrupamento; e (iii) visualizar a rede de documentos cocitados dos autores que formam o agrupamento. O trabalho é exploratório e metodológico e os dados foram retirados de 151 artigos da área da Organização do conhecimento, do período de 2011 a 2015, recuperados na Web Of  Science. Uma matriz simétrica com 50 posições (autores com nove ou mais artigos citantes) gerou cinco agrupamentos. O principal agrupamento (17 autores) é o objeto dessa análise. Os autores são cocitados em 69 artigos. Das 131 relações dos autores nas referências, 84 ocorrem no parágrafo. Há dados que comparam citações, citantes e documentos citados para cada um dos 17 autores. São citados 230 artigos distintos no agrupamento. Conclui-se que a proximidade da cocitação no parágrafo valida o agrupamento e que os demais dados ampliam a visão da formação e da caracterização das relações de cocitação. Os resultados demonstram que os agrupamentos em uma ACA podem ser analisados como unidades autônomas e que a descrição dos dados que sustentam a formação do agrupamento (artigos e autores citantes) e que caracterizam os autores participantes e a rede de documentos cocitados, colabora na validação e interpretação das relações, pois apresenta dados objetivos. Espera-se que essa abordagem exploratória possa ser aplicada em outras ACA, independente da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Aquino de Carvalho, PPGCom/UFRGS. ICHI/FURG.

Doutorando PPGCom/UFRGS. Docente do curso de Biblioteconomia da Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Catarina de Quevedo Prestes de Carvalho, Universidade Federal de Pelotas - UFPEL.

Bibliotecária da Faculdade de Direito da UFPel. Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS (2010), Especialista em Gestão de Projetos pela Anhanguera Educacional (2012).

Sônia Elisa Caregnato, Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Doutora em Information Studies (University of Sheffield). Professora do Departamento de Ciências da Informação (UFRGS)

Downloads

Publicado

2019-04-26

Como Citar

CARVALHO, R. A. de; CARVALHO, C. de Q. P. de; CAREGNATO, S. E. Interpretação e validação de agrupamentos em análise de cocitação de autores: estudo exploratório e metodológico. Em Questão, Porto Alegre, v. 25, n. 2, p. 89–116, 2019. DOI: 10.19132/1808-5245252.89-116. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/81959. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>