O papel social do bibliotecário voltado às pessoas trans: aproximações teóricas

Autores

  • Guilherme Goulart Righetto Universidade Federal de Santa Catarina
  • Miriam Figueiredo Vieira da Cunha Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Elizete Vieira Vitorino Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245251.212-238

Palavras-chave:

Bibliotecário. Biblioteca. Pessoas trans. Minorias sociais. Competência em informação.

Resumo

Este trabalho analisa, mediante revisão da literatura, o papel social do bibliotecário e da biblioteca voltado às pessoas trans. Ele enfatiza a competência em informação como prática social do bibliotecário, bem como aponta a inexpressividade, em âmbito brasileiro, das iniciativas voltadas para com a população trans e de lésbicas, gays, bissexuais e outros. Também reafirma a necessidade da participação, a partir de suas práticas profissionais, no progresso político, socioeconômico, informacional e de resistência das classes minoritárias, apontando o protagonismo social, o empoderamento, a liberdade e a emancipação como fatores necessários ao desenvolvimento pessoal, profissional e social dos indivíduos. Como resultados do estudo, apontam-se a urgência da adesão política bibliotecária frente às minorias sociais, devendo-se focalizar e priorizar nas abordagens sociais (inclusão, cidadania e inclusão digital), principalmente em países em desenvolvimento, como o Brasil. Conclui-se que o papel social bibliotecário deve possibilitar vivenciar, captar e buscar suprir as necessidades de informação do modo que lhe compete, ao mesmo modo em que as bibliotecas e as unidades de informação contemporâneas têm de se apresentarem criativas, inovadoras e livres de preconceitos, visando o êxito ao lidar com as complexidades humanas e tecnológicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Goulart Righetto, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN/UFSC)

Miriam Figueiredo Vieira da Cunha, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora voluntária da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Elizete Vieira Vitorino, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Professora Adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Downloads

Publicado

2019-01-01

Como Citar

GOULART RIGHETTO, G.; FIGUEIREDO VIEIRA DA CUNHA, M.; VIEIRA VITORINO, E. O papel social do bibliotecário voltado às pessoas trans: aproximações teóricas. Em Questão, Porto Alegre, v. 25, n. 1, p. 212–238, 2019. DOI: 10.19132/1808-5245251.212-238. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/80877. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)