A Comunicação Científica como Literatura: o lugar do sujeito na construção do conhecimento

Autores

  • Ana Maria Dalla Zen

Palavras-chave:

Comunicação científica, literatura científica, publicacionismo

Resumo

O trabalho discute a participação da subjetividade na comunicação científica. Ressalta o baixo nível de inovação de grande parcela das publicações. Critica o publicacionismo e a decorrente produção de trabalhos calcados em comunicações anteriores. Aponta o uso exagerado de referências a trabalhos anteriores como garantia de qualidade acadêmica. Enfatiza a importância de que sejam divulgadas experiências cotidianas de profissionais não engajados nos circuitos acadêmicos formais. Ressalta a relevância do contato direto com os contextos dos fenômenos como fonte de redação de comunicações mais eficazes. Conclui ao mostrar como as emoções, sensações, crenças dos sujeitos contribuem para a produção científica, ao lado do racionalismo próprio do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria Dalla Zen

Doutora em Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. Professora Adjunta do Departamento de Ciências da Informação da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2006-12-09

Como Citar

DALLA ZEN, A. M. A Comunicação Científica como Literatura: o lugar do sujeito na construção do conhecimento. Em Questão, Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 11–22, 2006. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/80. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos