Documento e informação audiovisual: bases conceituais numa perspectiva neodocumentalista

Autores

  • Francisco Edvander Pires Santos Universidade Federal do Ceará http://orcid.org/0000-0002-9469-1775
  • Maria Giovanna Guedes Farias Universidade Federal do Ceará
  • Luiz Tadeu Feitosa Universidade Federal do Ceará
  • Lidia Eugenia Cavalcante Universidade Federal do Ceará
  • Jefferson Veras Nunes Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245242.235-259

Palavras-chave:

Documentação, Neodocumentalismo, Documento audiovisual, Centro de imagens, Emissoras de televisão

Resumo

Este trabalho discute a produção do documento e da informação audiovisual em emissoras de televisão a partir da perspectiva neodocumentalista, caracterizada, sobretudo, pela produção de documentos digitais. Trata-se de uma revisão de literatura sobre os principais conceitos de documento e documentação, com base em teóricos documentalistas que alicerçaram o rigor científico em Biblioteconomia e Ciência da Informação. O estudo analisa o construto teórico do neodocumentalismo a fim de entender a sua conceituação e introduzi-lo no seio da produção do documento audiovisual, com destaque para os recursos e as fontes de informação que subsidiam a documentação televisiva. Discorre acerca das dimensões que compõem os documentos audiovisuais: textual, sonora e visual, onde cada elemento possui significado e relevância própria enquanto informação. Contextualiza o ambiente das emissoras de televisão e apresenta os principais suportes físicos e digitais, dentre fitas magnéticas, discos e formatos de vídeo, que compõem os acervos dos centros de imagem. Discute a concepção do documento audiovisual nas empresas televisivas baseado na produção de documentos próprios, externos, primários, secundários e terciários. Conclui-se que há a necessidade de se desenvolverem estudos teórico-epistemológicos nacionais em Biblioteconomia e Ciência da Informação, que contemplem as especificidades do documento e da informação audiovisual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Edvander Pires Santos, Universidade Federal do Ceará

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará. Bibliotecário da Universidade Federal do Ceará.

Maria Giovanna Guedes Farias, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Bahia. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará.

Luiz Tadeu Feitosa, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará.

Lidia Eugenia Cavalcante, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Professora do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará.

Jefferson Veras Nunes, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

2018-04-19

Como Citar

SANTOS, F. E. P.; FARIAS, M. G. G.; FEITOSA, L. T.; CAVALCANTE, L. E.; NUNES, J. V. Documento e informação audiovisual: bases conceituais numa perspectiva neodocumentalista. Em Questão, Porto Alegre, v. 24, n. 2, p. 235–259, 2018. DOI: 10.19132/1808-5245242.235-259. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/76085. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)