Incipiência da visualização de indicadores bibliométricos e altmétricos nos Repositórios Institucionais brasileiros

Autores

  • José Eduardo dos Reis Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Centro Universitário Central Paulista (UNICEP)
  • Adriana Tahereh Pereira Spinola Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Roniberto Morato do Amaral Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245230.213-234

Palavras-chave:

Visualização. Indicadores bibliométricos e altmétricos. Repositório Institucional. Comunicação científica.

Resumo

Os Repositórios Institucionais apresentam significativo potencial como fontes de informação para a elaboração dos estudos métricos, visando à compreensão das dinâmicas da atividade científica institucional. Contudo, sinalizam deficiências no tocante à externalização visual de seu vasto conteúdo científico na forma de indicadores bibliométricos e altmétricos. Neste contexto, o objetivo deste artigo foi investigar a capabilidade das iniciativas nacionais em Repositórios Institucionais de Acesso Aberto na utilização de indicadores bibliométricos e altmétricos, com base nos conceitos de visualização de informação. O método de pesquisa utilizado foi o estudo de caso exploratório, e a unidade de análise compreendeu 81 Repositórios Institucionais ativos nas Instituições de Ciência e Tecnologia brasileiras, identificados no Diretório de Repositórios de Acesso Aberto – OPENDOAR. Os resultados alcançados compreenderam a identificação e a análise da presença nos Repositórios Institucionais brasileiros dos indicadores bibliométricos e altmétricos e sua visualização gráfica. Observou-se que os indicadores bibliométricos apresentaram um índice maior de ocorrência na amostra analisada do que os indicadores altmétricos e a incipiência dos Repositórios Institucionais em disponibilizar os indicadores utilizando uma representação visual. Conclui-se que a discussão dos resultados alcançados pode contribuir para a compreensão da problemática em torno da utilização dos Repositórios Institucionais, como fontes de informação, para a elaboração e visualização de indicadores bibliométricos e altmétricos sobre as dinâmicas das atividades científicas desempenhadas pelas Instituições de Ciência e Tecnologia brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Eduardo dos Reis, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e Centro Universitário Central Paulista (UNICEP)

Possui graduação em Ciência da Computação (2001) e especialização em Sistemas de Informação (2006) pelo Centro Universitário Central Paulista - UNICEP. Trabalha como Procurador Institucional e Professor Universitário no UNICEP. Atualmente cursa Mestrado na Universidade Federal de São Carlos - UFSCar, no Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PPGCTS).

Adriana Tahereh Pereira Spinola, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Doutoranda em Inovação Tecnológica pelo PPGCTS/UFSCar. Possui Mestrado em Inteligência Competitiva com ênfase em Inovação e Graduação em Química pela UFSCar. Tem experiência acadêmica e empresarial com o tema Inovação especialmente em práticas de gestão de projetos inovadores envolvendo empresas e Universidades; gestão de patentes; elaboração e acompanhamento de projetos para financiamentos por Órgãos de Fomento; acordos relacionados à Propriedade Intelectual; gestão da Lei do Bem.

Roniberto Morato do Amaral, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Professor Adjunto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), vinculado ao Departamento de Ciência da Informação. Pesquisador do Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais da UFSCar (NIT/Materiais). Doutor (2010) e Mestre (2006) em Engenharia de Produção e Bibliotecário (2003) pela UFSCar. Atuo na investigação da atividade de Inteligência Competitiva com base na abordagem das competências e sua aplicação à gestão tecnológica e inovação, por intermédio da elaboração e análise de indicadores de produção científica e tecnológica.

Downloads

Publicado

2017-01-27

Como Citar

REIS, J. E. dos; SPINOLA, A. T. P.; AMARAL, R. M. do. Incipiência da visualização de indicadores bibliométricos e altmétricos nos Repositórios Institucionais brasileiros. Em Questão, Porto Alegre, v. 23, p. 213–234, 2017. DOI: 10.19132/1808-5245230.213-234. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/68070. Acesso em: 31 jan. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)