Mídias sociais e comunicação científica: análise altmétrica em artigos de periódicos da ciência da informação

Autores

  • Ronaldo Ferreira Araujo Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245211.96-109

Palavras-chave:

Mídias sociais. Comunicação científica. Altmetria.

Resumo

Este estudo discorre brevemente sobre as mídias sociais e a comunicação científica, situando o emergente campo da altmetria para análise dessa relação. Apresentam-se aqui os resultados de uma pesquisa exploratória que teve por objetivo a análise de métricas alternativas para 125 artigos de periódicos da Ciência da Informação Qualis A. No uso da ferramenta altmetric.com, 36% dos artigos retornaram dados altmétricos. Dentre as revistas, dá-se destaque para a Ciência da Informação, com 21 artigos e 297 dados altmétricos. Quanto às mídias, 92,43% dos dados vieram do Mendeley, contra 7,57% do Twitter, e nenhum registro do Facebook. Considera-se que a falta de padronização das revistas pode ser um dos fatores do reduzido quantitativo de artigos encontrado, e que parametrizações de Application Programming Interface – APIs de mídias como Facebook e Twitter – podem ser o caminho para contornar esse baixo desempenho. Os dados altmétricos indicam a atenção que os artigos recebem logo após a publicação e podem ser indícios de citações futuras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronaldo Ferreira Araujo, Universidade Federal de Alagoas

Doutorando em Ciência da Informação (UFMG)

Professor do Curso de Biblioteconomia (UFAL)

Downloads

Publicado

2015-05-08

Como Citar

ARAUJO, R. F. Mídias sociais e comunicação científica: análise altmétrica em artigos de periódicos da ciência da informação. Em Questão, Porto Alegre, v. 21, n. 1, p. 96–109, 2015. DOI: 10.19132/1808-5245211.96-109. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/47918. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos