Desenvolvimento científico em nanotecnologia para o agronegócio: indicadores bibliométricos de produção científica a partir da Web of Science (2001-2010)

Autores

  • Adriana Aparecida Puerta Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR. Universidade Estadual Paulista - UNESP.
  • Leandro Innocentini Lopes de Faria Universidade Federal de São Carlos - UFSCar.
  • Roberto de Camargo Penteado Filho Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA.

Palavras-chave:

Nanotecnologia, Agronegócio, Bibliometria, Indicadores científicos.

Resumo

Analisa a atividade científica em nanotecnologia e agronegócio e objetiva-se elaborar indicadores científicos, através da bibliometria como método de análise de informações. Realizou-se a recuperação de artigos indexados na Web of Science, entre 2001 e 2010 sobre nanotecnologia e agronegócio, e a construção de indicadores bibliométricos. Quanto à produção científica, o crescimento foi significativo, apresentando aumento constante do número de publicações na área. Os resultados indicam que Estados Unidos e China são os líderes em pesquisa, sendo as áreas do conhecimento de destaque, Química Analítica e Ciências Ambientais. Como assuntos de interesse tem-se: Pesticidas, Água, Sensores e Biossensores, e Solo. Os periódicos que apresentaram maior número de publicações foram Biosensors and Bioelectronics e Analytica Chimica Acta. A pesquisa contribui para a construção do conhecimento científico em nanotecnologia para o agronegócio, sendo a bibliometria uma ferramenta imprescindível para quantificar os resultados da ciência em qualquer área do conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Aparecida Puerta, Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR. Universidade Estadual Paulista - UNESP.

Mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade pela UFSCar na linha de Gestão Tecnológica e Sociedade Sustentável. Graduação em Biblioteconomia e Ciência da Informação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Atualmente trabalha na Biblioteca do Instituto de Biociências da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Rio Claro/SP. Experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Informação tecnológica e empresarial, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação à distância, Métodos quantitativos, Bibliometria, Patentes, Bases de dados e pesquisa, Biblioteca digital, Catalogação e Classificação de documentos.

Leandro Innocentini Lopes de Faria, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar.

Professor Adjunto da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) desde 2002, vinculado ao Departamento de Ciência da Informação. Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Sociedade da UFSCar. Coordenador executivo do Núcleo de Informação Tecnológica em Materiais da UFSCar. Atuação em Ciência da Informação, Prospecção Tecnológica, Inteligência Competitiva, Bibliometria e Indicadores de C&T. Engenheiro de Materiais pela UFSCar (1994). Doutor em Ciência e Engenharia dos Materiais pela Universidade Federal de São Carlos (2001) e em Ciência da Informação e Comunicação pela Universite dAix-Marseille III (2001).

Roberto de Camargo Penteado Filho, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – EMBRAPA.

Roberto de Camargo Penteado Filho concluiu o doutorado em Sciences de lInformation et de la Communication - Université du Sud Toulon Var em 2006. Atualmente é Analista de Pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Publicou 8 artigos em periódicos especializados e 23 trabalhos em anais de eventos. Possui 3 livros publicados, 7 capítulos de livros e 14 livros organizados. Possui 2 softwares e outros 15 itens de produção técnica. Organizou 7 eventos técnicos-científicos e participou de outros 13 eventos no Brasil. Recebeu 5 prêmios e/ou homenagens. Entre 1990 e 2010 participou de 14 projetos de pesquisa, sendo que coordenou 7 destes. Atua na área de Ciência da Informação e da Comunicação, com ênfase em Métodos Quantitativos e Bibliometria. Em suas atividades profissionais interagiu com 72 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Inteligência Competitiva, Bibliometria, Informações Estratégicas, Text mining, Gestão Estratégica, Comunicação Organizacional, Indicadores de C&T, Responsabilidade Social, Assessoria de Imprensa e Gestão do Conhecimento.

Downloads

Publicado

2013-01-10

Como Citar

PUERTA, A. A.; FARIA, L. I. L. de; PENTEADO FILHO, R. de C. Desenvolvimento científico em nanotecnologia para o agronegócio: indicadores bibliométricos de produção científica a partir da Web of Science (2001-2010). Em Questão, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 145–160, 2013. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/33227. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)