Classificação de audiovisuais no catálogo da Netflix

transmídias, fandoms e nichos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245283.117698

Palavras-chave:

Classificação, Teoria da Classificação, Organização do conhecimento, Netflix

Resumo

Em um cenário globalizado e conectado, recursos produzidos na web se tornaram relevantes nos relacionamentos e na comunicação cibernética. O surgimento de movimentos virtuais, dando início a uma nova perspectiva histórico-social de comunidades e de vocabulários próprios no ambiente digital, reduziu barreiras aproximando pessoas pelas redes sociais de acordo com seus múltiplos interesses, bem como por meio das mais diversas plataformas de comunicação e entretenimento. Considerando este cenário, o objetivo deste artigo foi analisar a classificação temática do catálogo da plataforma de streaming Netflix, provedora de filmes e séries televisivas com utilização e distribuição de conteúdo digital sem a necessidade de armazenamento de dados pelo usuário, tendo como parâmetro elementos da teoria da classificação de Maria Antonieta Requião Piedade. A metodologia utilizada foi descritiva e exploratória onde quatro amostras foram selecionadas no catálogo de streaming tendo como prioridade de delimitação dos produtos que atendiam aos critérios: universo da cultura da convergência (transmídias, fandoms e mercado de nicho); produções em formato de séries e produções originais da Netflix. As análises dos resultados mostraram que a classificação temática da plataforma apresenta desordenamento na relação entre os conceitos e termos. As considerações possíveis apontam as plataformas de streaming como universo profícuo para o desenvolvimento de pesquisas para a área de Organização do Conhecimento e atuação profissional para o bibliotecário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrei Roberto Araujo, Universidade de São Paulo

Bacharel em Biblioteconomia pela USP/Ribeirão Preto.Departamento de Educação, Informação e Comunicação na Área de Ciência da Informação.

Deise Maria Antonio Sabbag, Universidade de São Paulo

Doutora em Ciência da Informação pela UNESP/Marília. Departamento de Educação, Informação e Comunicação. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto. Docente do PPCGI/UNESP/Marília

Bruna Daniele de Oliveira Silva, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda em Ciencia da Informação - UNESP/MArília. Mestra em Ciência da Informação UNESP/Marília. Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação.

Denise Cristina Belam, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda em Ciencia da Informação - UNESP/MArília. Mestra em Ciência da Informação UNESP/Marília. Graduada em Biblioteconomia UNESP/Marília.

Downloads

Publicado

2022-08-04

Como Citar

ARAUJO, A. R.; SABBAG, D. M. A.; SILVA, B. D. de O.; BELAM, D. C. Classificação de audiovisuais no catálogo da Netflix: transmídias, fandoms e nichos. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 3, p. 117698, 2022. DOI: 10.19132/1808-5245283.117698. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/117698. Acesso em: 25 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)