COMPARABILIDADE DAS ESCOLHAS CONTÁBEIS NA MENSURAÇÃO AO VALOR JUSTO DE COMPANHIAS LATINO-AMERICANAS DOS SETORES De PETRÓLEO, MINERAÇÃO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS

Autores

  • Laura Brandão Costa Universidade Federal de Uberlândia
  • Sirlei Lemes Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

IFRS, comparabilidade das demonstrações contábeis, América Latina, valor justo, T index

Resumo

O objetivo do presente estudo foi a identificação do nível de comparabilidade entre os relatórios contábeis, na mensuração ao valor justo, de companhias abertas de países da América Latina que já adotaram as IFRS (International Financial Reporting Standards). A amostra foi composta pelas companhias da Venezuela, Brasil, El Salvador, Argentina, Chile, México e Peru dos setores de petróleo, gás, mineração e biocombustíveis em razão da importância econômica destes setores para a região. Os dados foram coletados das demonstrações contábeis consolidadas de 2012. Para a mensuração dos níveis de comparabilidade, foi calculado o T index (Taplin, 2004). Os principais resultados mostraram, no geral, que o aumento de opções contábeis trouxe, em nível nacional e internacional, melhoria da qualidade da informação para o usuário por meio do aumento da comparabilidade. Contudo, para itens específicos não foram evidenciados altos índices de comparabilidade, ou seja, os critérios de mensuração foram bastante distintos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

COSTA, L. B.; LEMES, S. COMPARABILIDADE DAS ESCOLHAS CONTÁBEIS NA MENSURAÇÃO AO VALOR JUSTO DE COMPANHIAS LATINO-AMERICANAS DOS SETORES De PETRÓLEO, MINERAÇÃO, GÁS E BIOCOMBUSTÍVEIS. ConTexto - Contabilidade em Texto, Porto Alegre, v. 18, n. 38, 2019. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/ConTexto/article/view/67717. Acesso em: 1 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos