UM ESTUDO SOBRE O CONTEÚDO DO DISCLOSURE DAS COMPANHIAS ABERTAS INTEGRANTES DA CARTEIRA TEÓRICA QUE COMPÕEM O IBOVESPA: EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS NO MERCADO BRASILEIRO DE CAPITAIS

Autores

  • Polyandra Zampiere Pessoa da Silva Programa Multiinstitucional e Inter-regional de Pós-graduação em Ciências Contábeis UnB/UFPB/UFRN
  • Dimmitre Morant Vieira Gonçalves Pereira Universidade Federal da Paraíba - UFPB

Palavras-chave:

Disclosure, Ibovespa, Relatórios da Administração

Resumo

O presente estudo tem como objetivo verificar o nível de disclosure contido nos Relatórios da Administração (RAs) das companhias abertas integrantes da carteira teórica que compõem o Ibovespa. Para isso, utilizou-se da métrica desenvolvida por Malacrida e Yamamoto (2006) e Pereira (2008) para identificar o nível de disclosure compulsório e voluntário das organizações. As análises foram realizadas a partir dos RAs do exercício social de 2014. Para a tabulação dos resultados usou-se o software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) versão 20. A amostra totalizou as 41 organizações que compuseram o Ibovespa no primeiro quadrimestre de 2015. Assim, constatou-se que os itens mais evidenciados quanto ao nível de disclosure compulsório foram investimento, proteção ao meio ambiente, descrição dos negócios, produtos e serviços,e conjuntura econômica; e, os menos evidenciados foram reinvestimentos dos lucros, pesquisa e desenvolvimento, e aquisição de debêntures de sua própria emissão. No que concerne às práticas de disclosure voluntário, os mais divulgados foram: estratégia (metas e objetivos) da empresa; EBITDA; e ambiente de negócios e fatores críticos de sucesso; e os menos divulgados foram: medidas quantitativas de criação de valor para o acionista; projeções dos lucros; e discussão sobre mudanças no lucro operacional. Destaca-se ainda que as empresas com maior nível de evidenciação foram a Embraer e Petrobrás, enquanto que as com menor nível de disclosure foram OGX Petróleo, V-Agro e LLX Log. Adicionalmente, os resultados desta pesquisa sugerem que os itens menos tratados são aqueles que tratam de questões estratégicas das empresas, enquanto que as mais evidenciadas são aquelas que normalmente são apresentadas pelas demais empresas do mercado. Por fim, a pesquisa revela a necessidade de um maior nível transparência nas demonstrações financeiras divulgadas pelas organizações.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-14

Como Citar

SILVA, P. Z. P. da; PEREIRA, D. M. V. G. UM ESTUDO SOBRE O CONTEÚDO DO DISCLOSURE DAS COMPANHIAS ABERTAS INTEGRANTES DA CARTEIRA TEÓRICA QUE COMPÕEM O IBOVESPA: EVIDÊNCIAS EMPÍRICAS NO MERCADO BRASILEIRO DE CAPITAIS. ConTexto - Contabilidade em Texto, Porto Alegre, v. 17, n. 35, 2018. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/ConTexto/article/view/63528. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos