Um relato de experiência sobre interações entre a Ciência e as Arte Visuais na Educação Básica.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.93389

Resumo

Um desafio permanente no ensino e na aprendizagem é fornecer conhecimentos que se relacionam entre si e com o cotidiano. Uma das formas de integrar saberes nasce nos momentos em que lúdico e teoria se encontram por meio da interdisciplinaridade. Nessa proposta, relatamos uma experiência interdisciplinar entre conteúdos de evolução biológica e de Artes Visuais. Através do processo que contempla a chamada Alfabetização Científica, os saberes das áreas de conhecimento das Ciências Biológicas e Artes Visuais, realizaram a produção de material educativo: a ilustração da Árvore da Vida. O resultado dessa ação foi uma pintura que faz parte do suporte didático para o ensino, disposto no Laboratório de Ciências do Colégio de Aplicação (CAp-UFRGS). Atividades como a desenvolvida visam a estimular que mais saberes possam se integrar e contribuir com ensino e a aprendizagem de estudantes e professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josmael Corso, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS - Campus Rolante.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS - Campus Rolante. 

Michel Zózimo da Rocha, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Expressão e Movimento, Colégio de Aplicação - UFRGS

Rosane Nunes Garcia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de Ciências Exatas e da Natureza, Colégio de Aplicação - UFRGS

Downloads

Publicado

2019-12-31