Hip Hop como proposta de trabalho na Educação Física Escolar: uma experiência no ensino médio do Colégio de Aplicação da UFRGS

Autores

  • Josias Góis Soares ESEF/UFRGS
  • Carla da Conceição Lettnin CAP/UFRGS

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.17192

Palavras-chave:

Educação Básica, Ensino Médio, Educação Física

Resumo

Este relato de experiência objetivou abordar o Hip Hop como um conteúdo possível nas aulas de Educação Física. Os alunos demonstraram-se motivados e envolvidos com o trabalho realizado devido a aplicabilidade e o significado deste conteúdo para a vida deles. Dessa forma, os conteúdos assimilados pelos alunos foram muito além do que o planejamento propôs. As aulas eram freqüentadas com espontaneidade, efetividade e alegria, preocupando-se com o processo e não com o produto. Como qualquer conteúdo curricular, se presta a formação integral do indivíduo na medida em que trabalha com aspectos histórico-culturais, explora o movimento criativo, o conhecimento do corpo e de si, desafia o respeito às diferenças e as limitações, trabalha diferentes ritmos. Portanto, diante da riqueza que este conteúdo é capaz de desenvolver identificam-se aqui alguns conceitos importantes, tais como: saúde, bem estar, felicidade, preconceito, solidariedade, limites. Palavras-chave: Hip Hop; Ensino Médio; Educação Física; Educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josias Góis Soares, ESEF/UFRGS

Licenciado em Educação Física pela ESEF/UFRGS

Carla da Conceição Lettnin, CAP/UFRGS

Profa. do Departamento de Expressão e Movimento da área de Educação Física do Colégio de Aplicação e Dnda. do PPG em Educação da PUCRS.

Downloads

Publicado

2010-09-13