Experiências de escolarização de jovens de camadas populares que ingressam no ensino superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.111286

Palavras-chave:

Política social, Universitários, Escola, Inclusão social

Resumo

As ações afirmativas viabilizam o acesso ao ensino superior (ES) de jovens das camadas populares. Diante disso, compreender as construções sociais vinculadas aos conceitos de juventudes e as condições que permitem a tais jovens prosseguirem os estudos são ímpares para a permanência dos mesmos no ES. Essa pesquisa analisa as experiências de escolarização de juventudes das camadas populares que acessaram o ES para identificar as vivências que oportunizaram a continuidade na escolarização. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado por meio de entrevistas semiestruturadas com sete jovens ingressantes do ES. Os dados foram analisados qualitativamente pela análise de conteúdo. Os resultados mostram experiências de escolarização marcadas pelo valor da família ao estudo; por sucesso/fracasso na aprendizagem; pelas dificuldades econômicas, que os lançam às mudanças/interrupções na escolarização e aos trabalhos precários; e pelas mediações sociais que os fazem vislumbrar a continuidade dos estudos. A família, a escola e o trabalho oportunizam condições materiais e simbólicas para o ingresso no ensino superior de jovens das camadas populares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Alves Fior, Universidade Estadual de Campinas

Psicóloga, Doutora em Educação, Docente do Departamento de Psicologia Educacional da Faculdade de Educação da Unicamp

Maria José Martins, Universidade Estadual de Campinas

Psicóloga do Serviço de Apoio ao Estudante da Unicamp. Mestranda em Educação pela Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2021-09-23

Como Citar

FIOR, C. A.; MARTINS, M. J. Experiências de escolarização de jovens de camadas populares que ingressam no ensino superior. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 34, n. 2, 2021. DOI: 10.22456/2595-4377.111286. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/111286. Acesso em: 9 dez. 2022.