Aprendizagem escolar e ação pedagógica diante das dificuldades na escolarização de crianças de anos iniciais

Autores

  • Virginia Dornelles Baum Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Técnico em Assuntos Educacionais https://orcid.org/0000-0003-4770-8447
  • Marlene Rozek Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) - professora do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Escola de Humanidades da PUCRS http://orcid.org/0000-0001-8740-6166

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.111226

Palavras-chave:

Aprendizagem, Psicopedagogia, Ludicidade, Escolarização.

Resumo

O presente artigo versa sobre uma pesquisa realizada em uma escola pública da rede federal brasileira, que se detinha a investigar de que forma ocorre a aprendizagem das crianças dos anos iniciais do ensino fundamental, as quais enfrentavam dificuldades escolares, mediante uma ação pedagógica específica. Foi utilizado como método a pesquisa qualitativa sob forma de pesquisa-ação  e, como metodologia de análise, a análise textual discursiva. Para discussão dos dados, foram adotadas as principais referências da Psicopedagogia, e da ludicidade. Salienta-se que o achado de maior destaque na pesquisa refere-se à percepção de que a superação das dificuldades escolares das crianças participantes ocorreu à medida que iam modificando o lugar simbólico que ocupavam perante si, a tarefa e seus pares: do lugar da impossibilidade ou da não possibilidade, para o reconhecimento de sua capacidade. Nesse processo, fatores como as características de organização da ação, pautada pela perspectiva lúdica, e a sustentação emocional dada aos participantes foram fundamentais para a conclusão da tarefa, revelando grandes desafios que estão implicados na docência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Virginia Dornelles Baum, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) - Técnico em Assuntos Educacionais

Possui graduação em Pedagogia pelo Centro Universitário Ritter dos Reis (2007), Especialização em Psicopedagogia Clínica e Institucional pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2010), Mestrado em Educação também pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2015), atualmente é doutoranda em Educação pela mesma universidade com bolsa custeada pela CAPES. Desenvolve seus estudos na linha de pesquisa Pessoa e Educação, tendo foco o estudo dos processos de aprendizagem no contexto escolar e a formação de professores voltada para a mesma área. É Técnica em Assuntos Educacionais da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS, vinculada ao do Colégio de Aplicação dessa instituição, atuando juntamente à equipe de trabalho dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental como Orientadora Educacional, como apoio especializado nas áreas de alfabetização, letramento e dificuldade nos processos de aprendizagem e escolarização desde 2010.  

Marlene Rozek, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) - professora do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Escola de Humanidades da PUCRS

Possui graduação em Pedagogia Educação Especial pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1988), mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1997) e doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010). É professora do Curso de Pedagogia e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Escola de Humanidades da PUCRS. Coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Aprendizagem e Processos Inclusivos (NEPAPI) na PUCRS e do LABINPI (Laboratório de Intervenção Precoce na Infância) junto ao Centro Marista de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente, nos seguintes temas: psicopedagogia; aprendizagem; educação inclusiva; educação especial; formação de professores; infância; intervenção precoce e subjetividade. Integra a Comitê de Acessibilidade da PUCRS. Coordena curso de especialização em Educação Inclusiva desde 2010. Integra a Rede Iberoamericana de Atención Temprana e o Observatório Internacional de Atención Temprana, com sede na Universidade Católica de Valencia, Espanha.

Downloads

Publicado

2021-10-18

Como Citar

BAUM, V. D.; ROZEK, M. Aprendizagem escolar e ação pedagógica diante das dificuldades na escolarização de crianças de anos iniciais. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 34, n. 2, 2021. DOI: 10.22456/2595-4377.111226. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/111226. Acesso em: 30 nov. 2022.