Promoção da saúde mental de professores no contexto da pandemia do novo Coronavírus

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/2595-4377.110618

Palavras-chave:

Educação, Docência no Ensino Básico, Ensino remoto, Pandemia

Resumo

A área da educação tem sofrido modificações significativas em virtude da atual problemática de saúde pública, conhecida como a pandemia do novo Coronavírus. Grande parte dos professores precisaram se adaptar ao ensino remoto emergencial como uma estratégia para o cumprimento de seus planos curriculares, o que já mostrou ter ocasionado aumentos nos níveis de ansiedade, estresse e depressão dessa categoria profissional. Nesse sentido, o presente estudo objetivou descrever a experiência de uma psicóloga junto a um grupo de docentes do ensino básico. Na oportunidade, buscou-se debater coletivamente aspectos relacionados à saúde mental desses profissionais no contexto da pandemia e da consequente adaptação à nova modalidade de ensino remoto. Especificamente, promoveu-se dois encontros online, dos quais participaram profissionais de duas escolas do estado do Piauí. Como resultados, estima-se que os encontros proporcionaram um momento de escuta aos educadores, assim como de construção de estratégias de promoção de seu bem-estar. Confia-se que este relato de experiência possa servir de subsídio para a criação de futuras propostas interventivas voltadas para docentes, além de que tenha viabilizado um espaço de fala, de ressignificação dos desafios e de construção de estratégias para lidar com os mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Káren Maria Rodrigues da Costa, Universidade Federal do Piauí

Mestra em Saúde e Comunidade, Especialista em caráter de Residência pelo Programa Multiprofissional em Saúde da Família/Atenção Básica, Especialista em Saúde Mental pela Universidade Católica Dom Bosco, Especialista em Atenção Integral aos usuários de Substâncias Psicoativas no Estado do Piauí pela Universidade Federal da Bahia e Formada em Psicologia pela Universidade Federal do Piauí.

Hysla Magalhães de Moura, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutoranda em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba, Especialista em Terapia Cognitiva e Comportamental pela Faculdade Latino-Americana de Educação e Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Piauí. Seus principais interesses de pesquisa incluem Psicologia Positiva, Habilidades socioemocionais, Psicologia Social e Construção e validação de instrumentos.

Cássio Eduardo Soares Miranda, Universidade Federal do Piauí

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Comunidade (Saúde Coletiva) e do Programa de Pós-graduação em Saúde da Família (Mestrado Profissional - RENASF) do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Piauí na Linha de Pesquisa: Saúde na Escola. Possui graduação em Psicologia Clínica e Licenciatura Plena em Psicologia pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade FUMEC, bacharelado em Teologia pela Faculdade Batista de Minas Gerais, mestrado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais, doutorado em Estudos Linguísticos pela mesma instituição e doutorado em Psicologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro com período de aperfeiçoamento na Universidade de Lisboa.

Camilla Vieira de Figueiredo, Universidade Federal da Paraíba

Doutoranda e Mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Seus interesses de pesquisa centram-se nas áreas de Psicologia Social, Psicologia da Educação e Avaliação Psicológica.

Downloads

Publicado

2021-09-23

Como Citar

RODRIGUES DA COSTA, K. M.; MOURA, H. M. de; MIRANDA, C. E. S.; FIGUEIREDO, C. V. de. Promoção da saúde mental de professores no contexto da pandemia do novo Coronavírus. Cadernos do Aplicação, Porto Alegre, v. 34, n. 2, 2021. DOI: 10.22456/2595-4377.110618. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/CadernosdoAplicacao/article/view/110618. Acesso em: 7 dez. 2022.