[1]
A. Herscovici, “A TEORIA DOS FUNDOS DE EMPRÉSTIMOS: UM ESTUDO DOS MODELOS AGREGADOS NEOCLÁSSICO E KEYNESIANO”, RAE, vol. 24, nº 46, out. 2009.