AS PRÁTICAS CIRCENSES NO “TEAR” DA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA: NOVAS TESSITURAS PARA ALÉM DA LONA

Autores

  • Rita de Cassia Fernandes Miranda Universidade Federal de Uberlândia.
  • Eliana Ayoub Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.55179

Palavras-chave:

Educação Física. Currículo.Circo.

Resumo

Este artigo analisa os processos de implementação das práticas circenses na formação inicial em Educação Física em duas Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo. Para isso, entrelaçou-se a análise documental dos projetos políticopedagógicos das instituições e dos programas das disciplinas relacionadas à temática circense às entrevistas narrativas com professores, gestores e alunos. Constatou-se que os processos investigados foram sedimentados no contexto de intensas histórias de mobilizações e embates, de trajetórias de pesquisa na busca pela construção de sólidos conhecimentos para além dos limites que os tempos e espaços institucionais impõem.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita de Cassia Fernandes Miranda, Universidade Federal de Uberlândia.

Docente da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal de Uberlândia.

Eliana Ayoub, Universidade Estadual de Campinas

Docente da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas.

Publicado

2015-12-11

Como Citar

MIRANDA, R. de C. F.; AYOUB, E. AS PRÁTICAS CIRCENSES NO “TEAR” DA FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA: NOVAS TESSITURAS PARA ALÉM DA LONA. Movimento, [S. l.], v. 22, n. 1, p. 187–198, 2015. DOI: 10.22456/1982-8918.55179. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/55179. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.