DANOS MOLECULARES EM PACIENTES URÊMICOS SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE

Autores

  • Liana Bertolin Rossato Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Vagner Milani Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Cristiane Bastos de Mattos Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Daiana Benck Porsch Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Elvino José Guardão Barros Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Ane Cláudia Fernandes Nunes Grupo de Estudos em Nefrogenética (GEN), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

DNA mitocondrial, hemodiálise, danos moleculares, insuficiência renal crônica

Resumo

Os efeitos tóxicos decorrentes do estado urêmico e do tratamento através de hemodiálise vêm sendo sugeridos como responsáveis por danos no DNA em pacientes com insuficiência renal crônica. Dessa forma, muitos trabalhos têm desenvolvido marcadores capazes de identificar esses danos através da análise cromossômica, teste de micronúcleos, teste do cometa, teste eletroquímico e,
mais recentemente, análise do DNA mitocondrial. Considerando que esses danos podem aumentar a incidência de câncer, mais estudos devem continuar sendo desenvolvidos nesse sentido.
Unitermos: DNA mitocondrial, hemodiálise, danos moleculares, insuficiência renal crônica

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-01-29

Como Citar

1.
Rossato LB, Milani V, de Mattos CB, Porsch DB, Guardão Barros EJ, Nunes ACF. DANOS MOLECULARES EM PACIENTES URÊMICOS SUBMETIDOS À HEMODIÁLISE. Clin Biomed Res [Internet]. 29º de janeiro de 2020 [citado 27º de setembro de 2022];26(3). Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/99777

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)