Protocolo de injeções intravítreas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre: uma revisão de condutas para uma assistência mais qualificada

Authors

Keywords:

injeção intravítrea, anti-VEGF, endoftalmite pós injeção

Abstract

A injeção intravítrea é o procedimento oftalmológico mais realizado no mundo. Através dessa técnica é possível administrar medicamentos para o segmento posterior do olho, sendo a via de escolha para o tratamento da maioria das patologias coriorretinianas. O evento ocular adverso mais grave é a endoftalmite pós injeção. Diversas medidas foram sugeridas para diminuição do risco dessa complicação, com evidências variáveis. Tendo em vista o grande número de injeções realizado em nosso serviço de oftalmologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), realizamos uma revisão da literatura com o objetivo de definir as melhores práticas. Nós descrevemos a evidência disponível para os principais aspectos dos diferentes estágios do procedimento (pré injeção, peri injeção e pós injeção) e apresentamos nosso protocolo. A medida com maior evidência científica na profilaxia da endoftalmite é a aplicação de iodopovidona tópica pelo menos trinta segundos antes da injeção.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Lucio Falavigna, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Fellowship de Retina e Vítreo

Published

2021-03-11

How to Cite

1.
Falavigna L. Protocolo de injeções intravítreas do Hospital de Clínicas de Porto Alegre: uma revisão de condutas para uma assistência mais qualificada. Clin Biomed Res [Internet]. 2021Mar.11 [cited 2022May22];40(3). Available from: https://www.seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/105451

Issue

Section

Review Articles